Nova livraria da Casa Publicadora Brasileira atende região do ABC paulista

Inaugurada em Santo André, cidade em que a editora funcionou durante 78 anos, unidade será um novo centro de influência numa região que concentra mais de três milhões de pessoas
Filial, que será atendida por cinco funcionários, espera receber 15 mil clientes no primeiro ano de funcionamento. Foto: William de Moraes
Filial, que será atendida por cinco funcionários, espera receber 15 mil clientes no primeiro ano de funcionamento. Foto: William de Moraes
Trinta anos depois da mudança da Casa Publicadora Brasileira de Santo André para Tatuí, a cidade do ABC paulista volta a receber novas instalações da editora. O município ganhou uma livraria com aproximadamente 800 títulos e que deve atender cerca de 15 mil clientes por ano. A loja, inaugurada na manhã desta segunda-feira, 9 de fevereiro, “é um pedaço da CPB que volta para a região”, conforme expressou o diretor-geral da instituição, José Carlos de Lima, durante a cerimônia.

Maria Aparecida Paes não foi a única ex-funcionária que veio prestigiar a abertura. Ela, que serviu por sete anos nos setores de encadernação e digitação em Santo André, comemorou a implantação da filial. Na cidade em que a editora da Igreja Adventista funcionou por 78 anos também vive Clívia Jacob Souza. A professora aposentada conta que praticamente nasceu na CPB. “Meu pai foi um dos primeiros tipógrafos da editora”, informa, enquanto mostra no celular a foto em preto e branco do pai no ofício. “Minha irmã também se aposentou com 35 anos de casa”, acrescenta.

Fortalecida pelos vínculos históricos com esta comunidade, a livraria de Santo André nasce como um novo centro de influência na região metropolitana de São Paulo. “A unidade vai atender uma região que concentra mais de três milhões de pessoas”, explica o gerente de filiais, Divonzir Ferelli.

Foto: William de Moraes
Foto: William de Moraes

Para os moradores do ABC paulista e da Baixada Santista, o acesso à literatura cristã será facilitado. Até então, a unidade mais próxima ficava na Praça da Sé, na capital. “É mais um farol na cidade e um ponto de convergência de adventistas, evangélicos e integrantes de outras denominações”, avalia o pastor Oliveiros Ferreira, presidente da Igreja Adventista para esta parte do estado.

Além de exercer influência entre o público religioso em geral, a unidade deve ser também um importante ponto de apoio para os membros. Sua localização, nas proximidades da Igreja Adventista Central de Santo André, foi pensada com esse objetivo. “A igreja pode ser mais forte com a loja ao lado”, considera o presidente dos adventistas para o estado de São Paulo, Domingos José de Sousa.

Nesse sentido, além de alimentar a fé dos membros da comunidade por meio de livros, revistas, CD’s, DVD’s e outros materiais, a unidade vai possibilitar uma nova forma de integração entre a igreja local e a livraria. Segundo explica Ferelli, é a primeira vez que uma filial da CPB oferece um espaço multiuso voltado para a comunidade adventista. Nele, poderão ser realizadas atividades como reuniões, estudos bíblicos, além de ser um ambiente adequado para apresentar a igreja para visitantes. “Trata-se de uma sala que vai ser franqueada mediante prévio agendamento para atender a comunidade da Igreja Adventista e seus ministérios”, sintetiza o gerente.

A nova livraria fica na Travessa Vereador Lourenço Rondinelli, 111, centro. [Márcio Tonetti, equipe RA]

Veja mais fotos da nova livraria em Santo André:

Check Also

Sociedade-Bíblica-do-Brasil-submete-versão-da-Nova-Almeida-Atualizada-à-avaliação-das-igrejas-slider

Sociedade Bíblica do Brasil submete versão da Nova Almeida Atualizada à avaliação das igrejas

Representantes de diversas denominações e organizações cristãs receberam exemplares do Novo Testamento, Salmos e Provérbios, primeiro fruto do trabalho que deverá ser concluído em 2018.