Comissão aprova duas novas sedes administrativas adventistas para a região Nordeste do Brasil

Nordeste brasileiro concentra 34% do número de adventistas no país

Comissao-aprova-duas-novas-sedes-administrativas-adventistasA Comissão Diretiva da sede sul-americana da Igreja Adventista aprovou no último domingo, 17 de maio, a criação de duas novas sedes administrativas no Brasil. O objetivo é melhor atender os membros da igreja na região Nordeste, onde estão concentrados 34% dos adventistas no país.

A partir de janeiro de 2016, a atual Associação Costa Norte (ACN), que atende Piauí e Ceará, muda de nome e passa a ter uma nova configuração territorial. O campo será identificado como Associação Cearense, abrangendo, portanto, apenas esse estado. “Essa região tinha distritos pastorais com um tamanho maior do que alguns estados”, justificou o pastor Moisés Moacir, presidente da igreja para a região Nordeste (União Nordeste).

Com a divisão do território, nasce a Missão Piauiense, com sede em Teresina (PI). A despeito dos avanços do adventismo no Piauí, o estado apresenta grandes desafios por ser o maior reduto do catolicismo no país, conforme mostrou o último censo do IBGE.

Foi aprovada também a criação da Missão Bahia Sul, que terá sede em Eunápolis. O novo escritório cuidará de 14.650 membros, distribuídos em 20 distritos pastorais que abrangem 62 igrejas organizadas e 104 grupos. De acordo com dados da Secretaria da Divisão Sul-Americana, referentes a outubro de 2014, a Bahia é o segundo estado com o maior número de adventistas (165 mil), ficando atrás apenas de São Paulo (230 mil).

Com os dois novos escritórios administrativos, o Brasil passa a totalizar 53 campos (entre associações e missões). [Márcio Tonetti, equipe RA / Com informações de Felipe Lemos]

LEIA TAMBÉM

O perfil do adventista brasileiro

Check Also

Sociedade-Bíblica-do-Brasil-submete-versão-da-Nova-Almeida-Atualizada-à-avaliação-das-igrejas-slider

Sociedade Bíblica do Brasil submete versão da Nova Almeida Atualizada à avaliação das igrejas

Representantes de diversas denominações e organizações cristãs receberam exemplares do Novo Testamento, Salmos e Provérbios, primeiro fruto do trabalho que deverá ser concluído em 2018.