Interesse por Bíblias de estudo vem crescendo no Brasil

Em novembro, a Casa Publicadora Brasileira deve lançar, em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil, a Bíblia de Estudo Andrews

crescimento-pelo-interesse-de-biblias-de-estudoO interesse por Bíblias de estudo vem crescendo no Brasil. No ano passado, o segmento foi responsável por cerca de 10% dos 8 milhões de exemplares completos das Escrituras distribuídos no país. Segundo o secretário editorial da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), Paulo Teixeira, o fenômeno reflete a busca dos leitores por ferramentas que auxiliem na compreensão do texto sagrado.

Palestra realizada por Paulo Teixeira para editores da Casa Publicadora Brasileira tratou sobre a origem e transmissão do texto bíblico, além de apresentar critérios envolvidos na tradução das Escrituras. Foto: William de Moraes
Palestra realizada por Paulo Teixeira para editores e redatores da Casa Publicadora Brasileira tratou sobre a origem e transmissão do texto bíblico, além de apresentar critérios envolvidos na tradução das Escrituras. Foto: William de Moraes

Durante palestra realizada na manhã desta quinta-feira, 21 de maio, na Casa Publicadora Brasileira, o teólogo e linguista, especialista em Língua e Literatura Hebraicas, conversou com a Revista Adventista sobre a contribuição que a Bíblia de Estudo Andrews, que vem sendo preparada pela CPB em parceria com a Sociedade Bíblica, deve dar como incentivo à leitura aprofundada das Escrituras.

Após ser traduzida, a Bíblia Andrews entra nas últimas etapas do processo de produção. A versão em português vem sendo diagramada pela SBB e deve ser lançada em novembro deste ano.

Na conversa, Paulo Teixeira também destacou o fato de que a Igreja Adventista está entre as denominações que mais incentivam o estudo da Bíblia, e lembrou a importância de programas como a Escola Sabatina para aproximar as pessoas da Palavra de Deus.

Qual será contribuição da Bíblia de Estudo Andrews?

Nós sempre nos alegramos quando podemos realizar parcerias com uma igreja cristã a fim de promover o estudo mais aprofundado da Palavra de Deus. A Bíblia de Estudo Andrews é um marco na cooperação, já de muitas décadas, entre a Sociedade Bíblica do Brasil e a Igreja Adventista. O estudioso das Escrituras vai ter na Bíblia Andrews um recurso valioso para se aprofundar nas verdades bíblicas.

Quanto as Bíblias de estudo representam hoje nas vendas de exemplares do livro sagrado?

No contexto da Sociedade Bíblica do Brasil, nós distribuímos no ano passado aproximadamente 8 milhões de Bíblias completas. No caso das versões de estudo, atingimos quase um milhão de exemplares. Acreditamos que a Bíblia Andrews irá alavancar ainda mais estes números.

As Bíblias de estudo apontam para uma necessidade do leitor comum de ter ferramentas de apoio para a compreensão do texto bíblico?

Hoje, graças a Deus, o acesso ao texto já não é mais um problema, uma vez que a Bíblia está disponível, inclusive, em várias traduções. Mas a lacuna existente é a de ferramentas para se estudar o texto. E as Bíblias de estudo casam como a mão na luva porque trazem, de maneira muito simples, por meio de notas de rodapé, explicações sobre o texto bíblico. Isso dá ao leitor não só noções sobre o texto, mas também quanto ao contexto histórico, social, econômico e religioso em que o texto foi revelado.

Quais são as versões das Escrituras disponíveis em português que mais se aproximam dos originais em hebraico, aramaico e grego?

Se você for olhar uma tradução um pouco mais literal/formal, a edição Revista e Atualizada de João Ferreira de Almeida se aproxima bastante dos originais. Mas as versões Linguagem de Hoje, Revista e Corrigida, e mesmo a Tradução Brasileira – que tem um valor histórico muito grande – também trazem um alto grau de comprometimento com os textos originais. Às vezes, no entanto, a tradução foge daquela literalidade. Mas isso não a torna menos fiel.

De forma geral, a distribuição de Bíblias tem crescido no Brasil?

Cresce não só no Brasil, mas no mundo. No caso do Brasil, esse aumento tem ocorrido de maneira significativa entre aquelas pessoas que não são crentes. Eu me alegro com isso porque uma das traduções que contaram com a participação da SBB é a Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), que foi adequada especialmente para novos conversos. Essa é a tradução cuja distribuição mais cresce no Brasil desde o ano 2000. Dos 8 milhões de exemplares de Bíblias que distribuímos em 2014, 30% deles foram da NTLH. Pensando especialmente nesse público, também lançamos a versão O Livro dos Livros: edição literária da Bíblia Sagrada. A publicação, que está diagramada no formato de um livro comum, foi concebida especialmente para destacar ao leitor o caráter literário das Sagradas Escrituras, um livro que venceu o tempo, é considerado o Livro dos livros e deve ser conhecido e lido por todos.

Qual a contribuição da Igreja Adventista para a divulgação da Bíblia?

A Igreja Adventista está entre as que mais incentivam o estudo da Bíblia. Eu me alegro muito ao ver, a cada sábado, as pessoas abrindo suas lições da Escola Sabatina, buscando os detalhes dos textos bíblicos. É emocionante ver como os adventistas gostam de ler as Escrituras. Isso é um testemunho muito impactante, inclusive para mim e a minha família.

Check Also

Premiada-na-Espanha

Premiada na Espanha

Universitária adventista foi uma das vencedoras do Prêmio Internacional sobre Incêndios Florestais.

  • Roberto Almeida Pedagogo

    Por uma Bíblia de estudo como essa nós aguardávamos há muito tempo. Creio que será um grande sucesso entre os adventistas, e será também um forte instrumento para o nosso evangelismo.

  • M.Sc. Hugo Hoffmann

    Estou contando os dias… o/

  • por quê é tão dificil aos teólogos responder uma pergunta tao simples: qual versao se aproxima mais do texto original? A resposta é sempre a mesma… e ao ouvinte/leitor, a duvida permanece