Vida dedicada à missão

Pastor adventista que abriu mais de um terço das 4 mil igrejas existentes na Índia morre vítima de infarto
Pastor-adventista-que-abriu-mais-de-um-terco-das-4-mil-igrejas-existentes-na-india-morre-vitima-de-infarto
Robert L. Robinson dedicou a vida como missionário, abrindo mais de 1.500 igrejas e duas escolas na Índia. Foto: Reprodução Adventist Review

Robert L. Robinson, um administrador da igreja que abriu mais de 1.500 congregações e duas escolas na Índia, apesar dos sérios problemas de saúde que enfrentava desde os primeiros anos de vida, morreu aos 72 anos.

Robinson, que durante 37 anos de serviço missionário atuou em países como Zâmbia, Malawi, Botswana, Tanzânia, Sri Lanka, Rússia e Índia, poderia facilmente ter optado por uma vida pacata em sua cidade natal, Sutherlin, Oregon (EUA), após ser diagnosticado com diabetes tipo 1 aos 3 anos de idade.

Mas, aos seis anos, ele se propôs a viver uma vida de alegria e serviço. “Eu tenho 6 anos e estou doente, mas vou sorrir e ser feliz”, declarou ele na ocasião, segundo relatam os familiares.

Essa atitude resumiu a forma como ele lidou com a dor e o desconforto ao longo de sua trajetória missionária, conforme destaca sua esposa, Brenda Robinson.

“Todos os dias ele se determinava a realizar tudo o que podia no serviço de amar e cuidar dos outros como Jesus fez”, disse ela.

Rathinaraj John, presidente da Divisão Sul-Asiática da Igreja Adventista, que inclui a Índia, disse que a ausência de Robinson fará muita falta em uma região dominada pelo hinduísmo e com grandes desafios para a pregação do evangelho.

“Bob Robinson foi uma grande bênção para o Sul da Ásia”, afirmou John à Adventist Review. “Através dele, fomos capazes de construir mais de 1.500 igrejas e duas escolas na Índia”, acrescentou.

Robinson, que serviu como assistente administrativo da sede adventista para o Sul-Asiático, sendo responsável pela expansão da igreja na região desde o início dos anos 2000, abriu mais de um terço das cerca de 4 mil igrejas existentes hoje na Índia, um dos quatro países no mundo que contam com mais de um milhão de adventistas.

Movido pela forte visão missionária, Robinson trouxe dezenas de missionários do exterior para ajudar no evangelismo, viajando com pastores e voluntários para programas evangelísticos em toda a Índia e Nepal, além de supervisionar a tradução e publicação de livros e folhetos nas línguas locais.

Além disso, Robinson viajou periodicamente para os Estados Unidos, afim de arrecadar  recursos para custear bolsas de estudo para crianças indianas.

Pastor-adventista-que-abriu-mais-de-um-terco-das-4-mil-igrejas-existentes-na-india-morre-vitima-de-infarto-2
Robinson se tornou sinônimo de crescimento da igreja e apoio financeiro na Índia, diz líder adventista no país. Foto: reprodução Adventist Review

“Ele fez tanto em tão pouco tempo que o nome de Pastor Bob se tornou sinônimo de crescimento da igreja e apoio financeiro na Índia”, disse Measapogu Wilson, presidente de um dos escritórios administrativos da organização adventista no país e colega de trabalho de Robinson por mais de uma década.

“Um milagre ambulante”

Robert Lavern Robinson nasceu em 11 de setembro de 1942, em Colville, Washington. Ele foi o terceiro dos nove filhos de Sam e Neta Robinson. Por conta do diabetes, diagnosticado aos três anos de idade, ele nunca viveu um dia sem desafios médicos. Por isso, seus familiares se referiram a ele muitas vezes como “um milagre ambulante”, conforme lembra sua esposa, Brenda.

Brenda conheceu Robinson quando eram estudantes no Walla Walla College (que hoje se chama Walla Walla University) e se casaram em 1965.

Mesmo quando ainda era estudante, Robinson se tornou conhecido por seu entusiasmo e por não se intimidar diante dos sérios problemas de saúde.

Depois de atuar como tesoureiro em duas universidades dos EUA, Robert Robinson trabalhou como tesoureiro, administrador e diretor da ADRA em quatro países africanos entre 1975 e 1987. Em 1990, ele voltou para os Estados Unidos a fim de obter o título de mestre pela Universidade Estadual de Óregon. Pouco tempo depois, no entanto, deixou novamente seu país de origem para exercer a função de tesoureiro da Missão Sri Lanka entre 1990 a 1997, e tesoureiro da Divisão Euro-Ásia, com sede em Moscou, na Rússia, de 1997 a 2000.

Em novembro de 2005 ele foi ordenado como pastor em Pune, na Índia.

Robert L. Robinson faleceu no dia 3 de maio depois de sofrer um ataque cardíaco fulminante. Ele deixa a esposa, três filhos e um grande legado missionário. [Reportagem de Andrew McChesney, da Adventist Review / Com tradução de Márcio Tonetti, equipe RA]

Check Also

Sociedade-Bíblica-do-Brasil-submete-versão-da-Nova-Almeida-Atualizada-à-avaliação-das-igrejas-slider

Sociedade Bíblica do Brasil submete versão da Nova Almeida Atualizada à avaliação das igrejas

Representantes de diversas denominações e organizações cristãs receberam exemplares do Novo Testamento, Salmos e Provérbios, primeiro fruto do trabalho que deverá ser concluído em 2018.