Tataraneto de Ellen White

Descendente da pioneira incentiva os membros da igreja a lerem os escritos inspirados
Tataraneto de Ellen White
Créditos da imagem: arquivo pessoal/Facebook
O pastor Justin Torossian teve o privilégio de nascer em uma das famílias mais importantes para a história do adventismo. Tataraneto de Tiago e Ellen White, ele passou a infância nas proximidades de Elmshaven, última residência da profetisa, que morreu no dia 16 de julho de 1915. Filho de guias turísticos, Torossian conta que, mesmo vivendo no local onde a tataravó morou, a imagem que ele tinha inicialmente dela não passava de “uma vizinha compassiva e de uma mãe amorosa”.

Embora tivesse crescido sabendo que era parente de alguém que Deus havia usado de forma miraculosa, ele não se deu conta disso até por volta dos 17 anos de idade. “Foi então, depois de minha reconversão, em uma série de evangelismo, que voltei para Elmshaven e senti, pela primeira vez, que eu estava pisando em solo sagrado”, conta.

Entretanto, a despeito do parentesco com a família White, Justin Torossian considera que a sua ligação espiritual com os pioneiros da igreja tem maior valor para ele do que sua ascendência biológica. Ele justifica seu argumento citando um trecho escrito pela própria EGW: “Cristo não reconhecia virtude na estirpe. Ensinava que a ligação espiritual supera a natural” (Parábolas de Jesus, p. 139). Assim, argumenta ele, “de acordo com o próprio Jesus (João 8:39-40), bem como com Ellen White, é isso o que tem maior valor. […] E esse é um privilégio que todos podemos ter, não importa em que família biológica nós nascemos”.

Justin Torossian, que exerce o ministério em uma comunidade hispânica em Michigan (EUA) e cursa mestrado em Teologia na Andrews University, concedeu uma entrevista publicada nesta semana pela Agência Sul-Americana de Notícias (ASN). Além de falar sobre suas origens, o pastor faz um apelo aos membros da igreja para que leiam os escritos inspirados. “Una-se a mim no compromisso de ler, pelo menos, dois livros de Ellen White a cada ano, começando agora até a volta do Senhor. E ao fazê-lo, meu conselho é que você peça a Deus para que lhe fale por meio desses escritos. Lembre-se sempre de que as mensagens dadas por meio de um profeta são apenas isto – mensagens de Deus. Embora as palavras tenham sido escritas por Ellen White, as mensagens são divinas, vindas do próprio Deus. E assim como o propósito e o âmago de toda a Escritura é Jesus (João 5:39), igualmente Ele é o propósito e o centro dos escritos de Ellen White”, enfatizou.

Para ler a entrevista na íntegra, clique aqui.

LEIA TAMBÉM

Fenômeno da inspiração

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.

  • Welley Silva Dias

    Legal!