Curso internacional de intérpretes para surdos

Evento realizado na Espanha precede o congresso internacional para surdos, que acontece em maio de 2016

Treinamento internacional para surdos - Divisao intereuropeiaA Divisão Intereuropeia (EUD) da Igreja Adventista do Sétimo Dia organizou o primeiro curso internacional de intérpretes para surdos. O treinamento de três dias foi realizado no mês de setembro na cidade de Sevilha, na Espanha.

Intérpretes, tradutores e outras pessoas que têm ligação com deficientes auditivos participaram da iniciativa. Eles vieram da Alemanha, França, Portugal, México, Estados Unidos e Espanha. “É um sonho que se torna realidade. Estou muito feliz por ter contribuído para que isso acontecesse”, afirma Taida Rivero, intérprete de surdos e gerente de projetos dos ministérios adventistas de surdos da Espanha.

Em palestra realizada no evento, Noemi Fariña, intérprete de linguagem gestual, mostrou a importância do preparo físico dos intérpretes. Se comunicar através de sinais é fisicamente desafiador e uma formação adequada ajuda os intérpretes a evitar efeitos negativos sobre o corpo. “Isso é algo que nós [que ouvimos] geralmente não levamos em conta”, observou Corrado Cozzi, responsável pelo desenvolvimento de projetos nessa área na Divisão Intereuropeia. “Para qualquer orador, o treinamento em homilética é fundamental, mas para um intérprete de surdos, ou mesmo para uma pessoa surda se expressar, é muito importante estar em boa forma física”, ressalta.

Segundo os organizadores do curso, o programa de treinamento também teve o objetivo de enfatizar o código de ética de um intérprete, analisar questões da comunidade surda e reforçar a necessidade dos que trabalham na área de dominar o sistema Internacional de Língua de Sinais (ISL). Atualmente, existem mais de 400 línguas de sinais no mundo. O ISL foi ensinado durante o treinamento para ajudar a facilitar a comunicação entre os intérpretes e a fim de prepará-los para o congresso internacional para surdos, que será realizado em Sevilha, de 13 a 16 de maio de 2016.

No território da Divisão Intereuropeia, há pelo menos quatro ministérios oficiais voltados para a comunidade surda: o Signes d’Esperance, na França, o Gehörlosengemeinschaft, na Alemanha, o ASAE, na Espanha, e o ministério Levante e Caminhe, na Romênia. Todas essas iniciativas usam sua própria língua local de sinais. [Informações e fotos: Corrado Cozzi, Divisão Intereuropeia]

LEIA TAMBÉM

Conheça o Ministério Adventista dos Surdos (MAS) da Divisão Sul-Americana

 Livro educativo e religioso para surdos é lançado na região Sul de São Paulo

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.