Plano ousado

Igreja busca encontrar maneiras de engajar cada adventista no evangelismo

Reach-the-world-1
Nos próximos cinco anos, igreja espera fortalecer presença do adventismo tanto em regiões como a chamada Janela 10/40 quanto nas grandes áreas urbanas.

Envolver cada um dos 18,5 milhões de adventistas na missão é uma das metas da liderança mundial adventista para os próximos cinco anos. Diante desse enorme desafio, a sede da denominação lançou um novo plano estratégico, denominado “Reach the World” (Alcançar o Mundo). A ideia é encontrar maneiras de cada adventista fazer a sua parte na tarefa de pregar o evangelho.

O “Reach the World” foi embasado nos resultados de dois anos de uma pesquisa com mais de 41 mil membros atuais e ex-membros da denominação, que considerou suas crenças, atitudes, experiências na igreja, e práticas na vida espiritual.

O plano estratégico, que é tema da reportagem de capa da edição de outubro da Adventist World, foi oficialmente apresentado neste mês aos líderes mundiais da organização durante o Concílio Anual, realizado nos Estados Unidos. O plano desafia tanto os diretores de departamentos da Associação Geral quanto os líderes das Divisões ao redor do mundo “a criar programas que aprofundem o relacionamento dos membros da igreja com Deus, e ofereça a eles maneiras de evangelizar”.

Conforme mencionado na publicação, entre as iniciativas que devem receber atenção especial no próximo quinquênio estão projetos como o “777”, que incentiva os fiéis a orar às 7h e às 19h, sete dias por semana, e “Crede em Seus Profetas”, um plano diário de leitura da Bíblia e de textos de Ellen White. Além desses, os programas “Missão Para as Grandes Cidades”, “Ministério de Saúde Abrangente” e “Reavivamento e Reforma” também estarão no centro das atenções.

Os objetivos principais do “Reach the World” se resumem em três categorias: (1) “Alcançar a Deus”, (2) “Alcançar a igreja com Deus” e (3) “Alcançar os outros com Deus” (Veja no quadro abaixo a lista de objetivos específicos em cada uma dessas áreas). Em outras palavras, a igreja mundial ajustará o foco visando a fortalecer em sua membresia a comunhão, o relacionamento e a missão.

info-projeto-Reach-the-World-2

A partir dessa visão, serão priorizados projetos que promovam a maturidade espiritual dos membros por meio da leitura da Bíblia, de estudos doutrinários e dos livros de Ellen White, bem como iniciativas voltadas para melhorar a unidade, o senso de comunidade e de missão dos fiéis.

Além de criar novos projetos, cada Divisão deve fortalecer programas que já existem e estão contribuindo para isso. No contexto sul-americano, por exemplo, o projeto “Crede em Seus Profetas”, que sucedeu o “Reavivados Por Sua Palavra”, irá continuar sendo uma das formas de incentivo para o reavivamento espiritual. “A única maneira de ser renovado é ter um tempo pessoal com Deus no melhor horário do dia, quando a mente está aberta para ler, compreender e estar perto de Deus”, afirma o pastor Erton Köhler, presidente da organização para oito países sul-americanos.

A proposta da Associação Geral é que cada Divisão ao redor do mundo adapte o plano estratégico “Reach the World” para a realidade local. [Equipe RA, da redação / Com informações de Andrew McChesney/Adventist World]

Leia a reportagem completa na Adventist World

Check Also

Sociedade-Bíblica-do-Brasil-submete-versão-da-Nova-Almeida-Atualizada-à-avaliação-das-igrejas-slider

Sociedade Bíblica do Brasil submete versão da Nova Almeida Atualizada à avaliação das igrejas

Representantes de diversas denominações e organizações cristãs receberam exemplares do Novo Testamento, Salmos e Provérbios, primeiro fruto do trabalho que deverá ser concluído em 2018.

  • nesias paulino de França

    Sou adventista desde berço. Amo a minha igreja. Sei que não há uma outra verdade maior da que pregamos. Considero as mensagens dos livros de Ellen White inspirado também. Porém, há algo que me preocupa na nossa direção. É praticamente endeusar os seus escritos. Não fazem uma matéria sem falar neles. Até dizem que a Bíblia é a nossa única regra de fé. Mas, não é isso que vemos. Queridos,Jesus só pregou o amor e seu prano de salvação. Os discípulo também. E como foram bem sucedidos. A minha preocupação não é comigo. Mas com os que abordamos pra falar de Jesus. Eles já nos esperam com um preconceito sobre isso. Pois todas as matérias ou folhetos sempre tem algo nesse sentido. E isso é uma verdade. Que faremos pra mudar isso.? Como gostaria de ser ouvido pelas nossas maiores lideranças.