Investimento essencial

Mutirão para aumentar o número de assinantes da Lição da Escola Sabatina apresenta bons resultados na Bahia e Sergipe

slider-recorde-de-assinaturas

No ano em que a Escola Sabatina completa 120 anos de existência no Brasil, a Igreja Adventista nos Estados da Bahia e Sergipe vem registrando um aumento significativo no número de assinaturas do guia de estudo que, a cada trimestre, explora diferentes temas com o intuito de motivar os fiéis a ter contato diário com as Escrituras. Como incentivo, a União Leste Brasileira (ULB), sede administrativa que atende os dois estados, criou o “Mutirão da Lição”, cuja meta é levar pelo menos 110 mil dos seus mais de 190 mil fiéis a ser assinantes da Lição da Escola Sabatina em 2016. Segundo informou o pastor Geovani Queiroz, presidente da ULB, 84 por cento desse alvo já foi alcançado.

“Estamos felizes com as mais de 93 mil assinaturas feitas até agora, mas não queremos nos acomodar”, disse ele nesta terça-feira, 27 de outubro, durante visita à Casa Publicadora Brasileira, instituição responsável pela tradução, impressão e distribuição do material no Brasil.

Pastor-Emerson-Braga---assinaturas-da-LES
Hemerson Prado, pastor do distrito de Lagoinha (BA). Créditos da imagem: Márcio Tonetti

A mobilização ganhou força a partir do trabalho que é feito pelos pastores distritais, que passaram a dar ênfase especial na aquisição do guia de estudo. Em algumas regiões, a resposta das igrejas foi surpreendente. É o caso do distrito central de Alagoinhas (BA), município com aproximadamente 153 mil habitantes. Hemerson Prado, pastor que atende 11 congregações, conta que neste ano já foram realizadas 1.350 assinaturas da Lição da Escola Sabatina em seu distrito pastoral. O montante registrado até agora representa mais do que o dobro do ano anterior, quando foram feitas 636 assinaturas.

O que torna o feito ainda mais significativo é que o número de assinaturas no distrito já supera o de fiéis registrados oficialmente como membros da denominação nessa região (que totaliza 729 pessoas). Isso foi possível porque o “Mutirão da Lição” está levando também em conta grupos que, embora não constem na lista de membros, podem ser beneficiados pelo guia de estudo. Isso inclui até mesmo aqueles que se afastaram da igreja. Outro segmento que se tornou alvo da campanha foi o infantil. “Fizemos um levantamento de quantas crianças temos em cada igreja e firmamos o compromisso de doar para todas elas a assinatura da lição. Já providenciamos até mesmo para aquelas que vão nascer até o fim do ano”, conta.

Outra ação importante foi o lançamento do projeto para os desbravadores. A maioria dos integrantes dos cinco clubes de Alagoinhas foi presenteada com a assinatura. “Doamos inclusive para os que ainda não são adventistas”, observa Prado.

Conforme explica o pastor Osmar Borges, responsável pelo departamento de Escola Sabatina na União Leste Brasileira, isso tem sido possível porque muitos membros agiram de maneira solidária com aqueles que não podem adquirir a assinatura com recursos próprios. “A solidariedade é uma das razões do sucesso da campanha”, afirma ele.

Pastor-Keyned---assinaturas-da-LES
Pastor Keyned Sá Galvão: “Hoje, cem por cento dos membros do distrito da Igreja Central de Salvador têm a assinatura da Lição da Escola Sabatina”. Créditos da imagem: Márcio Tonetti

Outro distrito que está se destacando no “Mutirão da Lição” é o da Igreja Adventista Central de Salvador. Já são mais de 1.647 assinantes desde que a campanha começou, no mês de agosto. Para se ter uma ideia, em 2014 eram menos de 200 assinantes. Além de levar cada um dos 1.080 membros oficialmente registrados na congregação a fazer a assinatura do guia de estudo, a igreja também efetuou doações para crianças e pessoas que tiveram contato com a igreja nos últimos meses. “Nosso maior desafio é levar a igreja a se focar naquilo que é vital. O conhecimento da Bíblia é essencial para o adventista. Portanto, a igreja precisa retomar o hábito de estudar as Escrituras, e a Lição da Escola Sabatina nos leva a isso”, ressalta o pastor Keyned Sá Galvão, líder local.

Esse é o principal objetivo que a liderança da igreja nos estados da Bahia e Sergipe espera atingir com a campanha “Mutirão da Lição”. De acordo com o pastor Geovani Queiroz, o salto em número de assinaturas – passando de 7 mil, em 2011, para quase 100 mil, em 2015 -, já apresenta reflexos positivos na vida dos membros: “Temos uma igreja mais fervorosa e fiel”, garante.

Conforme acrescenta o pastor Osmar Borges, paralelamente ao incentivo para aquisição do guia de estudo, a igreja nessa região vem trabalhando forte para superar outro grande desafio: levar os membros a ter contato diário com os ensinamentos bíblicos. “Precisamos de uma igreja espiritualmente forte, mas só conseguiremos isso se ela for alimentada permanentemente pela Palavra de Deus”, conclui. [Márcio Tonetti, equipe RA/Com informações de Heron Santana/ASN]

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.

  • paty

    muito legal que isso aconteça em todo mundo que Deus abençoe voces