Educação de alto nível

Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP), abre processo seletivo para Mestrado Profissional em Educação, o primeiro da área vinculado a uma instituição da igreja no país que é reconhecido pela Capes
Márcio Tonetti

Mestrado-no-Unasp

Começa nesta quinta-feira, 10 de março, o período de inscrições para o processo seletivo do Mestrado Profissional em Educação que será oferecido pelo Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP). Para a primeira turma, que inicia em agosto de 2016, serão ofertadas 20 vagas.

A pós-graduação representa um marco no contexto adventista brasileiro por ser o primeiro programa stricto sensu na área de educação vinculado a uma instituição da igreja no país que é reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Vale lembrar que, desde 2013, o Unasp, campus São Paulo, também oferece o Mestrado Profissional em Promoção da Saúde.

Em entrevista à Revista Adventista, Gildene Lopes da Silva, coordenadora do Mestrado Profissional em Educação, fala sobre as contribuições da iniciativa para a rede educacional adventista e explica como esse programa acadêmico deve significar um avanço no objetivo do Unasp de conquistar o status de universidade.

Qual é a diferença entre as modalidades de pós-graduação lato sensu e stricto sensu?

De acordo com a definição do Ministério da Educação e Cultura, a pós-graduação lato sensu envolve cursos com uma carga horária mais reduzida. Nessa categoria entram os cursos de especialização e os chamados MBA. Seu propósito é prover aprimoramento, aprofundamento e atualização de conhecimentos para candidatos que concluíram a graduação. Já a pós-graduação stricto sensu compreende programas de mestrado e doutorado. Nessa modalidade, também é necessário que o candidato seja diplomado em curso superior e atenda às exigências das instituições de ensino, conforme legislação específica, e ao edital de seleção dos alunos. Com um tempo de duração maior, os programas de mestrado e doutorado exigem ampla pesquisa para obtenção de uma formação acadêmica sólida que dê direito ao título de mestre ou doutor.

Quais exigências o Unasp precisou cumprir para ter o Mestrado Profissional em Educação aprovado e quanto tempo levou todo o processo?

As exigências da Capes são muitas. Mas, de maneira resumida, podemos dividi-las em gerais e específicas. Os requisitos gerais são exigências básicas no âmbito do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES) e se aplicam a todas as propostas de novos cursos submetidas à avaliação, independentemente da área. Já o segundo, envolve critérios e parâmetros específicos. Desse modo, a proposta do Mestrado Profissional em Educação precisou, primeiramente, apresentar adequação ao plano de desenvolvimento institucional do Unasp, além de clareza e consistência. Num segundo momento, houve necessidade de comprovação de aspectos como a qualificação do corpo docente e sua produção intelectual relevante. A adequação das áreas de concentração aos projetos de pesquisa e da estrutura curricular às respectivas ementas de disciplinas; a explicitação dos critérios de seleção de alunos e justificativas para o perfil da formação profissional pretendida; e o estágio de desenvolvimento da área no país. Somado a isso, também foram levados em conta quesitos como infraestrutura e pesquisa, além de aspectos administrativos.

O período entre o encaminhamento da proposta à Capes e o parecer final foi relativamente curto, visto que a submissão da mesma ocorreu em julho de 2015, e o parecer final da comissão de avaliação saiu no dia 28 de outubro do ano passado, com a aprovação e recomendação da proposta.

Quais serão algumas das contribuições desse novo programa acadêmico para a rede educacional adventista?

Creio que o Mestrado em Educação Profissional irá conferir um alto nível de qualificação profissional, com diploma reconhecido em todo o território nacional. Nosso objetivo é formar profissionais, gestores e docentes pesquisadores, com domínio dos processos de investigação científica. Portanto, o propósito central é a produção de conhecimento e a elaboração de novos métodos, experiências curriculares, práticas educativas e materiais de ensino visando ao desenvolvimento integral do ser humano. Além de sua contribuição para o Sistema Educacional Adventista, destaco a importância desse programa para os profissionais da educação que vivem na região do Unasp, campus Engenheiro Coelho, e mesmo para pessoas de outras partes do Brasil e do mundo.

As pesquisas desenvolvidas no programa darão ênfase em quais aspectos da educação?

Trabalharemos com duas linhas de pesquisa. A primeira será voltada para a formação de professores, currículo e práticas inovadoras. Já a segunda terá como foco a formação de gestores, processos educativos e avaliação (para saber mais sobre cada linha de pesquisa, clique aqui).

A pesquisa é um dos pilares de uma universidade. A abertura de um programa de mestrado como esse pode significar um avanço no objetivo do Unasp de conquistar o status de universidade?

Com certeza. A ampliação da oferta nesse nível de ensino, conforme propõe o Plano de Desenvolvimento Institucional do Unasp (PDI 2014 – 2018), consiste num passo imprescindível para alcançarmos essa meta. Felizmente, a abertura de uma pós-graduação stricto sensu já evidencia o amadurecimento da instituição na investigação científica, na produção intelectual e na capacidade de atuação em diferentes áreas do conhecimento, confirmando os resultados do investimento na criação de espaços mais consolidados de pesquisa.

O que ainda falta para que a instituição seja reconhecida como universidade?

São inúmeros os critérios para se requerer o credenciamento como universidade. No que se refere ao stricto sensu, por exemplo, é exigida a oferta regular de, pelo menos, quatro cursos de mestrado e dois de doutorado reconhecidos pelo MEC, conforme resolução nº 3, de 14 de outubro de 2010.

MÁRCIO TONETTI é editor associado da Revista Adventista

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.

  • William Brito

    Achei muito oportuna essa matéria, parabéns para toda equipe!
    Aqui tem mais informações > http://bit.ly/21rBDYZ