Solidariedade aos belgas

Líderes da igreja expressam condolências aos familiares das vítimas do atentado em Bruxelas e oram pela segurança do país 

Atentado terrorista na BélgicaDor, medo e insegurança tomaram conta de Bruxelas, capital da Bélgica, depois das explosões que atingiram o terminal de embarque do aeroporto de Zaventem e a estação de metrô nesta terça-feira, 22 de março. Segundo o Ministério do Interior belga, os atentados, cuja autoria foi reivindicada pelo Estado Islâmico, deixaram ao menos 30 mortos e mais de 200 feridos.

Através de sua página no Facebook, o presidente mundial da Igreja Adventista, pastor Ted Wilson, expressou solidariedade aos familiares das vítimas. Ele disse que está orando pela população da Bélgica e que espera que os membros da igreja no país sejam “uma força espiritual para outros que estão com dificuldades”. “Hoje, durante nossas reuniões na Associação Geral da igreja, nós oramos pelo país, por nossos membros e pelas famílias afetadas por essa terrível tragédia”, informou.

Wilson lembrou que no último sábado, 19 de março, cerca de 300 fiéis percorreram as ruas de Bruxelas distribuindo folhetos com mensagens de paz durante o Dia Mundial do Jovem adventista. “Que nossa juventude e demais membros continuem mostrando Cristo por meio de um ministério de amor e compaixão durante essa situação tão traumática!”, acrescentou.

Por meio da rede social, o pastor Ted Wilson informou que uma das explosões provocadas por terroristas aconteceu bem perto do escritório da sede adventista no país. Porém, segundo líderes da igreja  na região, nenhum funcionário ou membro da organização está entre as vítimas.

O presidente da Igreja Adventista na Bélgica, pastor Jeroen Tuinstra, relatou que provavelmente teria sido alvo dos terroristas se, como de costume, tivesse ido de metrô para o trabalho. Ele costuma passar pela estação justamente no horário em que foram registradas as explosões. Porém, ele disse que nesta terça-feira decidiu se deslocar com seu próprio carro.

Tuinstra reforçou que a Igreja na Bélgica está em incessante oração pelos familiares das vítimas e pela segurança do país. [Equipe RA, da redação / Com informações da Adventist Review e da ANN / Foto: Francois Lenoir / Reuters]

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.