Novas filiais

Além de Manaus, outras três cidades ganharão livrarias da editora Casa Publicadora Brasileira
Terreno onde será instalada a nova livraria da CPB na capital do Amazonas. Foto: Tatiane Virmes
Terreno onde será instalada a nova livraria da CPB na capital do Amazonas. Foto: Tatiane Virmes

Manaus (AM) será uma das próximas cidades a ter uma livraria da Casa Publicadora Brasileira (CPB). A expectativa é que a nova unidade abra suas portas em 2017. Nesta semana, a administração da editora anunciou a compra do terreno onde será instalada a filial. A livraria será construída na Avenida Constantino Neri, que fica perto do terminal do centro da capital amazonense.

Segundo o pastor José Carlos de Lima, diretor geral da instituição, as futuras instalações irão facilitar o acesso da população aos produtos que a editora produz. De acordo com ele, fatores como a distância e as dificuldades logísticas hoje retardam a chegada da literatura ao Estado. “Essa unidade nos aproximará mais dos nossos clientes e da população manauara, prestando assim, um melhor atendimento”, acredita.

VEJA MAIS FOTOS

O pastor Gilmar Zahn, presidente da igreja para a região Noroeste do país, comemorou o fato. “ Certamente esta unidade contribuirá para a melhoria no atendimento, ampliando as possibilidades de contato das pessoas com o evangelho”, enfatizou.

Presente de Norte a Sul do país, a maior editora adventista do mundo já possui 14 unidades em funcionamento. Até o fim do primeiro semestre de 2017, devem ser 18. No mês de maio, serão inauguradas duas livrarias: uma em Goiânia (GO) e outra, em Belo Horizonte (MG). De acordo com Divonzir Ferelli, gerente de filiais da CPB, também já está prevista para o ano que vem a abertura de uma filial em Belém (PA).

“A instituição, que trabalha na produção e distribuição de materiais, possui várias frentes de atendimento direto ao consumidor: call center, loja virtual, lojas nas sedes administrativas da igreja e as filiais da CPB”, explica. Segundo ele, a implantação de livrarias em vários pontos do país é uma forma de otimizar o atendimento aos membros da igreja, às escolas que usam os materiais didáticos da CPB e ao público evangélico em geral. [Equipe RA, da redação / Com informações de Tatiane Virmes/ASN]

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.

  • K.S.S.

    Uma livraria da CPB em Belo Horizonte! Que maravilha era tudo o que eu queria. Agora só está faltando a TV Novo Tempo funcionar em horário integral, ou seja o dia todo. Estou muito feliz!!!
    K.S.S. – Belo Horizonte