Há exatos 40 anos

inauguração-da-DSA-6

No dia 22 de junho de 1976 foi inaugurado o prédio da Divisão Sul-Americana em Brasília (DF). Uma das razões que levaram a igreja a transferir seu escritório de Montevidéu para a nova capital brasileira foi a instabilidade política no Uruguai. Na época, o movimento guerrilheiro dos Tupamaros se tornou uma ameaça tanto para o patrimônio da denominação como para seus servidores. A transferência de endereço foi acompanhada de outra importante mudança no contexto organizacional adventista sul-americano: a nacionalização de sua liderança. Na foto, o pastor Enoch de Oliveira (à esquerda), primeiro presidente da DSA originário da própria terra, e o senador Magalhães Pinto, representante do governo brasileiro, descerram a placa de inauguração das novas instalações. Quatro décadas atrás, a Divisão Sul-Americana contabilizava 350 mil membros. Hoje, o número de fiéis nos oito países que compõem seu território passa de 2,4 milhões. Desse total, mais de 1,5 milhão se concentra no Brasil. [Márcio Tonetti, equipe RA]

JÁ FOI PAUTA

Edição de julho de 1976 da Revista Adventista trouxe reportagem especial sobre a inauguração da nova sede em Brasília (DF)

Reportagem-RA-inauguração-da-sede-da-DSA-em-Brasília-p.1

Reportagem-RA-inauguração-da-sede-da-DSA-em-Brasília-p.2

Reportagem-RA-inauguração-da-sede-da-DSA-em-Brasília-p.3

Reportagem-RA-inauguração-da-sede-da-DSA-em-Brasília-p.4

VEJA TAMBÉM

Infográfico interativo relembra 10 fatos que marcaram a história da Divisão Sul-Americana

infografico-10-fatos-que-marcaram-a-história-da-DSA

Check Also

A-privatização-da-fé-slider

A privatização da fé

Entenda por que ela foi confinada à vida particular e de que maneira pode voltar a exercer maior relevância na esfera pública.