Dicionário Bíblico Adventista ganha versão em português

Novo volume lançado pela Casa Publicadora Brasileira completa a Série Logos, composta pelo Comentário Bíblico e o Tratado de Teologia
Versão em português do Dicionário Bíblico Adventista foi produzida pela CPB, com o apoio da Divisão Sul-Americana e das Uniões. Créditos da imagem: Márcio Tonetti
Versão em português do Dicionário Bíblico Adventista foi produzida pela CPB, com o apoio da Divisão Sul-Americana e das Uniões. Créditos da imagem: Márcio Tonetti

Publicado originalmente nos Estados Unidos pela Review and Herald Publishing Association, o Dicionário Bíblico Adventista do Sétimo Dia agora também está disponível em língua portuguesa. A obra, que consiste numa das principais referências para a pesquisa bíblica de professores, pastores e membros de igreja, acaba de ser lançada pela Casa Publicadora Brasileira.

Fruto de um trabalho editorial de dois anos, o novo volume completa a Série Logos, o que representa um marco na história da editora adventista. Composto por mais de 4,8 mil verbetes e 1,4 mil páginas, o Dicionário complementa de maneira mais técnica a abordagem exegética do Comentário Bíblico e sistemática do Tratado de Teologia, conforme explica o pastor Diogo Cavalcanti, coordenador da editoria de livros da CPB. “Isso faz dele uma obra essencial para o estudo da Bíblia a partir de uma perspectiva adventista”, ele reforça.

O pastor Cavalcanti conta que a editoração do material exigiu o empenho de uma equipe com sólida formação teológica e linguística. “Mais do que simplesmente traduzir o Dicionário para o português, o processo editorial buscou adaptar os verbetes à versão bíblica adotada, a Almeida Revista e Atualizada, 2a edição (ARA)”, esclarece.

Ele destaca ainda que foi realizado um cuidadoso trabalho de consulta às línguas bíblicas originais para verificar a correspondência com a versão bíblica em português. Em alguns casos, por exemplo, foram necessários ajustes ou atualizações de datas e valores monetários.

Além de fornecer detalhes sobre personagens desconhecidos, expor o sentido de expressões nas línguas bíblicas, harmonizar cronologias, oferecer um panorama dos livros bíblicos e explorar manuscritos e versões antigas, a obra traz mapas explicativos, tabelas, diagramas e ilustrações que auxiliam o leitor a compreender o conteúdo de maneira mais didática.

Saiba +

A obra original em inglês contou com a participação de aproximadamente 20 editores e colaboradores com formação teológica e especializada nas diferentes áreas acadêmicas relacionadas ao estudo das Escrituras. Entre eles destaca-se Siegfried H. Horn, à época professor de Arqueologia e História da Antiguidade na Universidade Andrews, que foi convidado a escrever os verbetes geográficos, históricos e a maioria dos biográficos, bem como outros verbetes em que a arqueologia desempenha papel importante. “Seu esforço, combinado com o de toda a equipe de teólogos e editores, resultou em um formidável compêndio de informações históricas, arqueológicas, linguísticas e teológicas, cuja atualidade e consistência asseguram o lugar desta obra no século 21”, ressalta o prefácio da versão brasileira.

Para o doutor Vanderlei Dorneles, que coordenou o processo de editoração da Série Logos, essa obra completa uma coleção que já se tornou um símbolo do amadurecimento da comunidade adventista no estudo das Escrituras. Ele ainda acrescenta que “foi o primeiro projeto de grande porte em que a Bíblia foi estudada de maneira mais exegética e interpretativa, com metodologia adventista”. [Equipe RA, da redação / Com informações do prefácio da edição brasileira do Dicionário Bíblico Adventista]

Check Also

Na-ponta-do-lápis-slider

Fim de ano na ponta do lápis

Saiba como fazer um balanço do ano escolar e ajudar seu filho a ter melhor desempenho em 2017.

  • otto humberto berger

    Série Logos
    Espero que a CPB disponibilize a Série Logos no Google Play.

  • Obrigado pela sugestão, Nicolas. Fraterno abraço!