Editora universitária lança livro sobre liberdade religiosa

Produzida pelo curso de Direito do Unasp, campus Engenheiro Coelho, obra reúne artigos de diversos especialistas e aborda o tema sob diversos aspectos

Dr. Martin Kuhn, reitor do Unasp, durante cerimônia de dedicação do livro publicado pela Unaspress. Foto: acervo Unasp
Dr. Martin Kuhn, reitor do Unasp, durante cerimônia de dedicação do livro publicado pela Unaspress. Foto: acervo Unasp

Dentre as diversas áreas de estudo possibilitadas pelo Direito, a liberdade religiosa é uma que interessa praticamente todas as comunidades do país e do mundo. Garantir o direito de prestar culto é uma necessidade essencial do ser humano. Em função disso, existe um grande movimento de setores organizados, universidades e sociedade civil no trabalho de conscientização, estudo, cobrança e aprimoramento das legislações existentes no respeito ao exercício da fé de cada cidadão.

Para fomentar o debate e levantar questões jurídicas que envolvem a temática, o curso de Direito do Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP), em parceria com a Editora Unaspress, produziu o livro Fundamentos Jurídicos da Liberdade Religiosa. A obra é resultado de uma seleção de artigos escritos por mestres e doutores. O livro foi lançado recentemente no 2º Simpósio Internacional de Liberdade Religiosa, evento que trouxe ao campus pesquisadores do Brasil e de outros países.

O livro aborda o tema no âmbito do trabalho, das obrigações civis e militares, das questões tributárias e da educação, além de discutir outros pontos de cunho filosófico e prático.

Tradicionalmente, a Igreja Adventista do Sétimo Dia desempenha um importante trabalho em todas as partes do mundo no debate e estímulo à preservação da liberdade religiosa. Uma das frentes de atuação da organização nesse sentido é a Associação Internacional de Liberdade Religiosa (Irla, sigla em inglês para International Religious Liberty Association). A importância institucional da temática foi um dos motivos que levou o Unasp publicar o projeto.

fundamentos-jurídicos-da-liberdade-religiosaO doutor Carlos Hees, coordenador do curso de Direito e um dos organizadores do material, acredita que, além de contribuir com conteúdos atuais para a igreja, o assunto vai de encontro ao eixo temático da graduação no campus (cidadania e direitos humanos). “A liberdade religiosa é o primeiro dos direitos fundamentais do homem. Por isso se torna relevante aprofundar estudos e produzir pesquisas sobre o tema”, salienta. Para o Doutor Lelio Lellis, diretor acadêmico do Unasp, campus Hortolândia (SP), e também organizador da publicação, “o livro objetiva conscientizar as pessoas sobre a importância da liberdade de crença e culto para a proteção dos direitos humanos e da dignidade de cada pessoa”.

Por meio da Unaspress, o Unasp tem aumentado as suas publicações acadêmicas sobre diversos assuntos de interesse da igreja e da sociedade. Segundo o diretor da editora universitária, professor e mestre Rodrigo Follis, esse é um trabalho que se fortaleceu graças ao interesse da organização e também do centro universitário através dos seus cursos. “Com professores mais capacitados e alunos preparados, temos uma possibilidade maior de publicar as reflexões e pesquisas do nosso corpo docente e discente. Essa é a função da Unaspress: divulgar o que de melhor se produz em conhecimento com intuito de auxiliar a missão da igreja”, ressalta.

Martin Kuhn, reitor do Unasp, acrescenta que esse tipo de publicação consolida os fundamentos da pesquisa acadêmica e da produção intelectual do corpo docente da instituição. “Estamos assumindo a nossa escolha de ser, em breve, uma universidade”, esclarece. O livro Fundamentos Jurídicos da Liberdade Religiosa e outras publicações da Unaspress estão disponíveis para venda online.

THIAGO BASÍLIO é jornalista

Check Also

Sociedade-Bíblica-do-Brasil-submete-versão-da-Nova-Almeida-Atualizada-à-avaliação-das-igrejas-slider

Sociedade Bíblica do Brasil submete versão da Nova Almeida Atualizada à avaliação das igrejas

Representantes de diversas denominações e organizações cristãs receberam exemplares do Novo Testamento, Salmos e Provérbios, primeiro fruto do trabalho que deverá ser concluído em 2018.