Auxílio para refugiados

Crédito Fabrycio Gomes
Cerca de 6,5 toneladas de alimentos foram doadas para haitianos e venezuelanos (crédito Fabrício Gomes)

Estima-se que a campanha Mutirão de Natal arrecadou em 2016 cerca de 5 mil toneladas de alimentos e beneficiou 160 mil pessoas. Entre os favorecidos estão grupos que têm convivido com a incerteza. São os refugiados haitianos e venezuelanos que procuram nos Estados de Roraima e Amazonas uma nova perspectiva de vida. Fugindo de crises geradas por desastres ambientais e políticas econômicas, eles encontraram apoio nos adventistas brasileiros. Em dezembro, 4,5 toneladas foram distribuídas para venezuelanos que se refugiam em Roraima e mais 2 toneladas para uma comunidade haitiana que foi atendida ao longo do ano pela igreja em Manaus (AM). “Nunca pensei que pudéssemos um dia ser acolhidos com tanto amor e cuidado por pessoas de outra nação. Aqui recebemos alimento e atenção. Que Deus continue a abençoar o povo brasileiro e a Igreja Adventista”, agradeceu emocionado o haitiano Arole Joseph. Um panorama geral do projeto deste ano você confere na versão impressa da Revista Adventista de janeiro (Equipe RA, da redação / Com informações de Luciana Santana).

Veja também

Propaganda falsa

Que a dieta mediterrânea faz bem para o coração é um fato. Duvidoso é concluir que o segredo dela é o consumo moderado de vinho.