Façanha médica

Cirurgia inovadora de substituição artificial de disco cervical é realizada em hospital adventista da Jamaica
Créditos da imagem: Reprodução da Adventist Review

Uma equipe médica da Jamaica realizou um procedimento cirúrgico considerado inédito no tratamento de pacientes que sofrem de problemas na coluna cervical. Usando uma prótese elástica, eles efetuaram uma substituição artificial de disco em quatro níveis. A cirurgia foi feita no fim de janeiro num hospital adventista de Kingston.

O ineditismo da cirurgia não está no uso da prótese em si, já que os testes clínicos com essa tecnologia vem sendo realizados há vários anos em países da Europa. Além disso, cirurgias bem-sucedidas de substituição artificial de disco em um nível já foram registradas nos Estados Unidos e na Austrália.

Mas apesar dos resultados promissores obtidos anteriormente, ainda não havia sido feita uma substituição em quatro níveis, segundo informou o coordenador da equipe médica, Kingsley R. Chin, renomado cirurgião ortopédico e fundador do LESS Institute Inc, na Califórnia (EUA), referência mundial em cirurgias ortopédicas menos invasivas.

 LEIA TAMBÉM

Médicos de clínica adventista realizam intervenção cardíaca inédita

Além de sofrerem desgaste com a idade, os discos, que funcionam como amortecedores entre as vértebras da coluna, são afetados por várias doenças. Umas das mais conhecidas é a hérnia de disco. Porém, também existem doenças degenerativas que comprometem esses espaços intervertebrais. A saída é a cirurgia.

“Há alguns anos, o método cirúrgico mais usado era o da fusão das vértebras. Nesse tipo de cirurgia, o disco danificado era retirado e se fundia duas vértebras com o uso de parafusos. Embora ajudasse a cessar as dores e as demais complicações do processo degenerativo do disco, por outro lado tirava a mobilidade do paciente naquele segmento da coluna”, explica o médico Marcello Niek, colunista da Revista Adventista.

No entanto, de uns anos para cá, foram criadas tecnologias para substituir discos com desgaste tanto na parte inferior das costas (coluna lombar) quanto no pescoço (coluna cervical). É o caso da prótese usada na cirurgia feita no Andrews Memorial Hospital (AMH).

“Essa tecnologia é ideal para o tratamento de problemas degenerativos na coluna, pois consegue imitar com maior eficiência o disco cervical, mantendo um movimento mais normal. Assim, ele alivia as dores no pescoço e nas costas”, explica o Dr. Chin.

Hospital adventista jamaicano onde a cirurgia inovadora foi realizada. Foto: Nigel Coke

“Estamos muito satisfeitos com os resultados da parceria realizada com o Dr. Kingsley Chin a fim de executar essa histórica cirurgia na Jamaica. Também nos enche de satisfação saber que o hospital tem capacidade de fornecer não somente cuidados básicos de saúde para pessoas de todas as origens sociais, religiosas e econômicas, mas também para atender às necessidades de saúde da população utilizando tecnologia moderna”, expressou o pastor Everett Brown, presidente do conselho diretivo do Andrews Memorial Hospital e líder da igreja na ilha caribenha.

“Eu me senti muito tranquilo ao ir para a cirurgia”, disse o paciente, que se recupera em casa.

“Sem dúvida, essa cirurgia espinhal que não havia sido realizada em nenhum lugar do mundo colocou o hospital em evidência”, completou Marvin Rouhotas, diretor-executivo do hospital que também é referência na área de obstetrícia.

Em outubro de 2010, o The Gleaner Company, jornal mais antigo da Jamaica, definiu o Andrews Memorial Hospital como um presente da Igreja Adventista para a Jamaica. [Márcio Tonetti, equipe RA / Com informações de Nigel Coke, da Divisão Interamericana]

Veja também

Pela primeira vez no Brasil

Fórum mundial adventista de novas tecnologias da comunicação está com as inscrições abertas.