Reescrevendo histórias

Projeto que será realizado pela ADRA, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e outras entidades do Pará, busca tirar jovens e adolescentes da criminalidade

Foi inaugurada nesta segunda-feira, 27 de março, em Belém (PA), a estrutura que será usada pelo projeto Reescrevendo Nossa História. Resultado de uma parceria entre a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e outras entidades do Pará, o programa pretende atender egressos do sistema socioeducativo. No espaço cedido por um ex-detento que se tornou empresário bem-sucedido, a agência humanitária adventista irá oferecer cursos de corte e costura, cabeleireiro, manicure, serviços elétricos, prática de esportes e atendimento psicossocial. A expectativa é atender 600 meninos e meninas ao longo deste ano. Os recursos para manter o projeto virão da verba que o MPT arrecada com o descumprimento de acordos feitos para reduzir as irregularidades, além do apoio da Federação dos Empresários Adventistas do Estado. [Equipe RA, da Redação / Com informações e foto de Anne Seixas, da ASN]

Veja também

Pela primeira vez no Brasil

Fórum mundial adventista de novas tecnologias da comunicação está com as inscrições abertas.