Com trajes de época

Igrejas contam a história da Reforma Protestante de um jeito atrativo para as crianças

No ano em que será lembrado o 500º aniversário da Reforma Protestante, algumas igrejas adventistas estão usando a criatividade para mostrar às crianças e adolescentes a importância desse evento histórico, como ele revolucionou o mundo cristão da época e seus reflexos na atualidade. Na Hungria, por exemplo, o Ministério da Criança usou uma “máquina do tempo”, pessoas vestidas com roupas da época e músicas renascentistas para contar a história de maneira mais contextualizada.

Já em Glasgow, na Escócia, os organizadores de um evento que reuniu toda a comunidade desafiaram as crianças a subirem alguns degraus de joelhos, a fim de ensinar que Lutero questionou a crença de que a salvação poderia ser alcançada mediante esforços humanos. Simbolicamente, eles também pregaram as 95 teses como fez o reformador alemão na porta da igreja do castelo de Wittemberg.

Outra atividade lúdica foi a encenação que lembrou o momento em que Lutero foi convocado à Dieta de Worms para se retratar, mas permaneceu convicto. Por fim, elas terminaram segurando luzes (simbolizando a “luz da verdade”) e cantando o hino “Castelo Forte”, tocado por uma criança ao piano.  Pais e visitantes de outras denominações que vieram prestigiar a programação e demonstraram interesse em saber mais, receberam exemplares do livro O Grande Conflito.

Além de relembrar o empenho dos reformadores na busca pela verdade, embora nenhum deles detivesse toda a luz, o objetivo das iniciativas foi reforçar que o princípio Sola Scriptura (Escritura somente) deve continuar sendo a norma de todo cristão sincero. [Equipe RA, da Redação / Com informações e fotos da Adventist Review]

Veja também

Sou ministro da música. E agora?

Entenda por que esse trabalho precisa ser encarado como um ministério.