Disposto a obedecer

Duas lições da Escola Sabatina encontradas no lixo levaram um cearense a descobrir a lei de Deus
Jean Carlos da Silva encontrou os exemplares jogados às margens do rio Cocó, em Fortaleza (CE). Foto: Joseph Redfield

Quando a Bíblia nos manda fazer uma coisa… se está escrito ali, é para obedecer.” Essa era a convicção única do cearense Jean Carlos da Silva naquele domingo de setembro de 2012. As horas já se aproximavam do meio-dia e, enquanto aguardava o almoço, ele decidiu passear às margens do rio Cocó. Seu coração estava pesaroso, a mente cheia de incertezas, e os passos lentos atrelavam-se aos olhos atentos. Ali, no meio de um lixo, ele encontrou dois exemplares da Lição da Escola Sabatina, cujos títulos eram Vestes de Graça e Vislumbres do Nosso Deus. O desenhista encontraria na arte das palavras a resposta para sua angústia.

Ex-dependente químico, Jean era membro de uma igreja evangélica desde 2010. Como de costume, na manhã daquele domingo, ele havia participado da escola bíblica que teve como tema os Dez Mandamentos (Êx 20). O assunto atraiu sua atenção, principalmente os versículos que definem o sábado como dia sagrado.

Desde sua conversão, Jean havia resolvido ser obediente a todos os preceitos que descobria na Bíblia. Foi por isso que, naquele domingo, diante dos alunos da escola dominical, ele questionou o ensino do pastor quanto ao sábado. Não convencido, mas vencido no debate porque não tinha conhecimento bíblico suficiente na época, Jean voltou triste para casa. Providencialmente, encontrou aqueles dois exemplares da Lição da Escola Sabatina, um de 2011 e o outro de 2012. Ele não reparou na data dos materiais, mas foi atraído pela palavra “sabatina”. Jean tinha ouvido que os adventistas faziam parte de uma seita, mas foi surpreendido pela profundidade bíblica daqueles guias de estudo.

Durante quatro anos, ele estudou sozinho os exemplares. Leu e releu as velhas páginas diversas vezes. Mesmo tendo um conhecimento mais amplo sobre a Bíblia, ainda frequentava sua antiga igreja, onde permanecia defendendo a obediência integral aos Dez Mandamentos. Jean também dedicava tempo para compartilhar suas recentes descobertas com os amigos nas redes sociais, publicando trechos dos comentários das lições. Seu maior desejo era encontrar um adventista que pudesse estudar a Bíblia com ele.

Certa noite, enquanto trocava de canais na televisão, descobriu a TV Novo Tempo e foi impactado pelas mensagens dos programas Está Escrito e Arena do Futuro. Ele ficou então mais convicto do que nunca de qual caminho seguir. O passo que faltava era ser integrado a uma comunidade que seguia todos os mandamentos.

Jean conhecia uma igreja adventista perto de sua casa, no bairro Aerolândia, zona leste de Fortaleza (CE). Por dois domingos consecutivos ele se arrumou e ensaiou entrar no templo, mas não teve coragem. Na terceira vez, entrou encorajado pelo convite dos recepcionistas da igreja. Foi lá que ele conheceu Leon Torres Leite, um dos anciãos da igreja, que no fim do culto, após alguns minutos de conversa, lhe ofereceu estudos bíblicos.

Leon instruiu Jean até seu batismo, em 22 de outubro de 2016. “Percebi o interesse genuíno dele. Jean tem muito interesse pela Palavra, vontade de conhecer sempre mais. O que me impressiona é que todo mês ele vai à livraria da CPB e compra livros para distribuir. Ele quer anunciar as boas-novas do evangelho”, ressalta Leon.

Aos 41 anos, Jean só lamenta não ter conhecido antes a mensagem adventista para pregar a outros. Em contrapartida, alegra-se ao falar que, mesmo estando batizado há menos de um ano, já consegue compartilhar a esperança que encontrou na Bíblia e na Igreja Adventista. Atualmente, um pequeno grupo funciona regularmente na casa dele, seus familiares estão estudando a Bíblia e sua esposa e filho se preparam para o batismo.

Jean vem adquirindo outros livros adventistas. Um de seus preferidos é O Grande Conflito, de Ellen White. Apesar disso, ele guarda aquelas Lições da Escola Sabatina com carinho. Para Jean, esses exemplares são prova do seu testemunho, que sempre é contado com entusiasmo. Sua história, assim como outras, nos faz refletir sobre os inúmeros meios e circunstâncias que Deus tem utilizado para guiar pessoas à verdade.

CIDA SILVA é assessora de comunicação da Igreja Adventista para o Ceará

(Texto publicado originalmente na edição de maio de 2017)

Veja também

Em rede nacional

Dr. Rodrigo Silva é convidado por emissora de TV para falar sobre evidências que confirmam a Bíblia.