Nomeação histórica

Adventista será responsável pela promoção do diálogo interétnico e inter-religioso em órgão consultivo do governo russo
Oleg Goncharov foi eleito para exercer a função até 2020. Foto: Divisão Euro-Asiática

Pela primeira vez, um representante da Igreja Adventista do Sétimo dia foi eleito para a Câmara Pública da Rússia, criada em 2005 com o objetivo de proteger os direitos e liberdades dos cidadãos e o interesse das organizações públicas. Oleg Y. Goncharov, diretor do Departamento de Assuntos Públicos e Liberdade Religiosa da Divisão Euro-Asiática, com sede em Moscou, foi escolhido para o setor do órgão consultivo do Kremlin responsável por promover o diálogo interétnico e inter-religioso.

O resultado da votação, que ficou aberta no site da Câmara Pública por duas semanas, foi divulgado em 6 de junho. A candidatura de Goncharov conquistou o apoio da Associação Russa para a Proteção da Liberdade Religiosa (RARF) e de outras organizações nacionais e regionais.

A eleição de Goncharov reflete o status da Igreja Adventista do Sétimo dia no país. “Isso mostra que, na Rússia, a sociedade e os líderes do governo respeitam muito a Igreja Adventista”, avaliaram os líderes da igreja na região.

Eles também acreditam que esta seja uma grande oportunidade para a defesa da liberdade religiosa no país. “Esperamos que ele trabalhe para resolver problemas urgentes que afetam as organizações religiosas na Rússia”, espera a liderança da igreja. [Equipe RA, da Redação / Com informações da Adventist Review]

Veja também

Ponto da virada

A leitura do livro A Grande Esperança ajudou um jovem a encontrar Deus e a trocar o ateísmo pelo adventismo.

  • Roberto Almeida Pedagogo

    Ótima notícia diante dos rumores e movimentos da igreja ortodoxa para incitar o governo a censurar as atividades das Testemunhas de Jeová na Rússia. Devemos, como adventistas, promover a liberdade religiosa em favor de todas as crenças e religiões.