Clínica para refugiados

ADRA e ONG adventista se unem para construir unidade de emergência em campo de refugiados no Iraque

Segundo relatório divulgado nesta segunda-feira (19) pelo Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), o número de refugiados e deslocados no mundo atingiu 65,6 milhões de pessoas no ano passado. A atual crise humanitária é considerada a mais grave desde a fundação da ONU, em 1945. A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) e a ONG Adventist Help estão entre as entidades que têm ajudado a atender pessoas que foram forçadas a se deslocar de suas casas, em decorrência de conflitos e perseguição política ou religiosa. No Iraque, elas se uniram para  estabelecer uma clínica médica para refugiados Erbil, quarta maior cidade do país. A estrutura será a única unidade de emergência para os cinco campos de refugiados que existem na região. Veja no boletim da ANN (Adventist News Network) desta semana.

Veja também

A Reforma e a ciência

Tema é discutido em simpósio universitário realizado no Instituto Adventista Paranaense.