Congresso inédito

Encontro nacional reúne profissionais adventistas da área de segurança pública
Evento reuniu policiais, bombeiros, soldados do Exército, guardas municipais e outros agentes de segurança pública. Foto: Mayra Marques

Profissionais adventistas da área de segurança pública participaram de um congresso nacional inédito da categoria, realizado no dia 4 de novembro em São Sebastião do Paraíso, no sul de Minas Gerais. O encontro, que teve o apoio da sede regional da Igreja Adventista, discutiu questões ligadas à liberdade religiosa e possibilidades de testemunho.

Um dos reflexos do evento foi a intenção de criar uma associação que auxilie os profissionais que têm dificuldade para guardar o sábado e aproxime adventistas que atuam na área de segurança pública ao redor do país. Eles também pretendem compartilhar histórias e métodos de evangelização por meio do blog Policiais Adventistas e de uma página no Facebook.

Ivan Taveira Tenório, agente de segurança penitenciária há 27 anos, ficou surpreso ao saber quantos profissionais de segurança pública professam a mesma fé (embora ainda não haja um registro nacional de quantos integram esse grupo). “Participar de um evento como esse e ouvir os testemunhos de colegas de profissão me fortaleceu espiritualmente”, destacou o morador de Presidente Prudente (SP).

Empolgado com a possibilidade de ter contato com outros profissionais adventistas dessa área, o policial civil Osvino Queiroz viajou mais de mil quilômetros para participar do congresso. “Percebi que não estou sozinho. As dificuldades e desafios que encaro na profissão lá no Piauí são semelhantes às dos meus irmãos na fé em Minas Gerais e em outros estados”, Queiroz ressaltou.

Já Elizângela Rodrigues, tenente da Polícia Militar que foi batizada recentemente, destacou a oportunidade de entender melhor a visão adventista da liberdade religiosa.

Entre os palestrantes do 1º Congresso Nacional de Profissionais Adventistas da Segurança Pública estiveram Eder Leal, líder do departamento de Liberdade Religiosa da sede da Igreja Adventista para Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, e Fernando Furtado, responsável pelo ministério na Zona da Mata mineira e o sul do Estado. Além de abordar fundamentos bíblicos e jurídicos da liberdade de crença, eles falaram sobre o papel importante que os profissionais adventistas de segurança pública podem exercer na sociedade ao agir sem violência.

Segundo o policial Roney Vilaça, um dos organizadores do congresso inédito, o plano é promover encontros periódicos com o objetivo de fortalecer a fé, criar vínculos e discutir maneiras de pregar o evangelho.

MAYRA MARQUES é jornalista e atua como assessora de comunicação da sede administrativa adventista para a Zona da Mata mineira e o sul do Estado

Veja também

Mudanças nos Arautos

Quarteto terá nova formação em 2018. Substituto de Társis Iraídes já foi escolhido.