Milagres em aparecida

A história de conversão do pastor Luís Gonçalves e de como ele cumpriu a promessa de plantar uma igreja num centro católico de peregrinação
WELLINGTON BARBOSA

Anualmente milhões de pessoas saem de diferentes partes do Brasil e do mundo em direção a Aparecida (SP). A cidade de 40 mil habitantes, a 170 km da capital paulista, é um dos destinos religiosos mais visitados da América Latina. Ali está o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, reconhecida pelos católicos como padroeira do Brasil. Foi nesse contexto predominantemente católico que um ex-católico cumpriu uma promessa: estabelecer a primeira igreja adventista da cidade.

Essa é a história contada pela obra Promessa Cumprida (CPB, 2018, 160 páginas), escrita pelo pastor e jornalista Diogo Cavalcanti, coordenador de livros denominacionais da editora. Tecida com habilidade, a narrativa do livro-reportagem mostra como o plantio dessa igreja está relacionado com a experiência de fé do ex-catequista Luís Gonçalves, hoje apresentador da TV Novo Tempo e evangelista da sede sul-americana da Igreja Adventista.

A história começa com a conversão do pastor Luís Gonçalves ao adventismo. Contrariando a família e seu antigo líder religioso, o jovem decide pelo batismo e aceita o convite do pioneiro do televangelismo no Brasil, pastor Alcides Campolongo, para ser instrutor bíblico na cidade de São Paulo. Após algum tempo trabalhando como evangelista, e depois de ter conduzido dezenas de pessoas a Cristo, Luís fez três promessas: “O Senhor converte minha família, e eu prometo estabelecer a Igreja Adventista em Aparecida. O Senhor converte minha família, e prometo formar uma equipe de evangelismo com meus irmãos. O Senhor converte minha família, e prometo um dia pregar Sua Palavra em Roma” (p. 21, 22).

Alguns podem questionar esse tipo de prática na experiência cristã e, de fato, nem sempre Deus atua dessa maneira. Contudo, na trajetória de fé do pastor Luís Gonçalves, o Senhor, em Sua soberania, decidiu atender seu pedido. E coube ao evangelista cumprir sua parte no acordo. Das três promessas, só falta Luís realizar uma série evangelística em Roma.

Cada passo na tarefa de plantar a primeira congregação adventista na capital nacional da fé católica foi dado com fé, ousadia, sacrifício e oração. A soma desses elementos resultou em uma série de milagres. Quem poderia imaginar que uma igreja adventista nasceria dentro de uma fábrica de imagens religiosas? Como um destacado líder espiritualista local se tornaria o membro mais fiel dessa igreja? Por que um jogador de futebol profissional, com uma carreira brilhante pela frente, deixaria tudo para ser um missionário? As respostas para essas perguntas e tantas outras histórias impressionantes são encontradas em Promessa Cumprida.

Esse é o tipo de livro que prende a atenção do começo ao fim. E é a prova de que não existe desafio evangelístico insuperável quando nos submetemos a Deus.

WELLINGTON BARBOSA é pastor, mestre em Teologia e trabalha como editor da revista Ministério na CPB

(Resenha publicada originalmente na edição de junho de 2018)

Veja também

Teste para a unidade

A igreja é uma família com espaço para diferenças de cultura e opinião, desde que não comprometam  a teologia, o estilo de vida e a missão.