ADRA oferece assistência aos sobreviventes do terremoto e do tsunami na Indonésia

Além da ajuda imediata, ADRA deve financiar projetos de saneamento básico nas comunidades atingidas por terremoto e tsunami

A ADRA da Indonésia foi uma das três organizações humanitárias que tiveram autorização do governo para atuar nas primeiras 48 horas que sucederam o terremoto e o tsunami que deixaram centenas de mortos na ilha de Sulawesi, no fim de setembro. Além da resposta imediata à emergência, fornecendo kits de higiene e abrigo para 3,3 mil famílias, a agência humanitária adventista pretende financiar projetos de saneamento básico nas comunidades afetadas. Escritórios da ADRA e voluntários adventistas de outras partes do mundo também se mobilizaram. Na Austrália, por exemplo, já foram arrecadados mais de 50 mil dólares para auxiliar os sobreviventes. [Equipe RA, da Redação / Com informações de Maritza Brunt, no site da Adventist Record / Foto: ADRA Indonésia]

Veja também

Igreja no porão

O local que serviu de esconderijo para judeus durante a Segunda Guerra Mundial e foi transformado em centro comunitário adventista na Hungria.