Lista de leitura

O clube de leitura de 2019 oferece alguns livros interessantes para enriquecer sua vida
Glauber Araújo, Ariane Oliveira e Eduardo Rueda
Foto: Adobe Stock

Em todo começo de ano, somos tentados a fazer listas de resoluções que nem sempre são cumpridas ao longo dos 12 meses seguintes. Uma das explicações para essa frustração anual é que geralmente as pessoas estabelecem metas que não são realistas, seja em termos de prazo ou nível de dificuldade.

Para ajudar você a fazer uma lista de leitura interessante e factível, separamos um resumo das obras escolhidas pela Igreja Adventista na América do Sul para o Clube de Leitura de 2019. Existem títulos para todas as ­faixas etárias: crianças, adolescentes e jovens universitários. Abaixo, você confere o que pode esperar dessas obras.

DE ONDE VIM? PARA ONDE VOU? (6 A 9 ANOS)

O livro explica o relato bíblico da criação e as características do Céu descritas nas Escrituras, de jeito simples, com experiências, atividades e linguagem atrativa para as crianças. O autor, Orlando Palmieri, aproveita a curiosidade infantil e apresenta temas conhecidos de modo criativo e interessante. O livro é ilustrado e interativo. Os textos são curtos, fáceis de ler e ajudam a criança a entender que Deus criou o mundo de maneira detalhada, o que evidencia o planejamento cuidadoso do Criador. O livro também mostra que Deus deseja levar Seus filhos para viver no Céu, lugar de paz, perfeição e alegria, preparado com muito amor.

EXPEDIÇÃO GALÁPAGOS (10 A 15 ANOS)

O que pode acontecer quando um adolescente viaja com o pai até o arquipélago de Galápagos, conhece o “amor de sua vida”, faz amizade com um leão-­marinho e visita lugares incríveis? O resultado só pode ser aventura, conhecimento e diversão. O livro Expedição Galápagos, escrito por Michelson Borges, é fruto das observações, experiências in loco e emoções vividas pelo autor durante uma viagem com um grupo de pesquisadores a esse arquipélago do Equador. Ao ler o “diário” das aventuras vividas pelo personagem Thiago, o leitor aprende um pouco mais sobre história, geografia, ciências e paleontologia. Além disso, entende por que o autor diz ter visto na “terra de Darwin” apenas evidências das digitais do Criador.

PRAZER EM CONHECER ELLEN WHITE (16 A 35 ANOS)

Ler os livros de Ellen White é sempre uma aventura emocionante. Seus textos retratam uma época que não mais existe, quando as pessoas se vestiam, viajavam e se relacionavam de maneira totalmente diferente da nossa. Ao ler os conselhos e as advertências desta grande escritora, muitas pessoas se esquecem completamente do contexto em que ela viveu e o que a levou a escrever tantos livros. Prazer em Conhecer Ellen White (2018, 152 p.), de autoria de George Knight, ajuda os leitores a conhecer as experiências e a vida da autora que escreveu best-sellers como Caminho a Cristo e O Grande Conflito. Dividido em duas seções, a primeira apresenta sua vida e seu ministério profético, enquanto a segunda aborda seus escritos, explicando os diferentes temas que ela tratou e o contexto em que seus livros foram publicados.

Na época em que Ellen White viveu, o meio de transporte mais utilizado era a carruagem. A bicicleta havia sido recém-inventada e a luz elétrica só começou a se popularizar quando a autora já estava bem idosa. Muito do que ela escreveu reflete o mundo em que viveu. Alguns de seus testemunhos tratam de assuntos que podem até parecer estranhos para a geração atual, concentrada em celulares, tablets e mídias sociais. Por isso, para que se possa ter melhor apreciação dos seus escritos, o leitor precisa ter um conhecimento básico da vida e do cotidiano da autora. Suas lutas e batalhas a transformaram em uma das 100 pessoas mais influentes dos Estados Unidos.

NO PRINCÍPIO (UNIVERSITÁRIOS)

Se existe uma questão que ainda gera debates acalorados entre a religião e a ciência, é o dilema sobre a origem da vida. Cientistas e líderes religiosos têm oferecido diversas respostas para essa indagação, e o debate tem ganhado repercussão na mídia e desdobramentos no campo jurídico. Figuram na arena pública a disputa de duas explicações seminais: a que enxerga acaso (evolucionismo) e a que pressupõe planejamento (criacionismo e Teoria do Design Inteligente) para o surgimento e desenvolvimento da vida.

Para os que estudam a Bíblia, o relato de Gênesis é fundamental, pois é a base para a narrativa e a teologia que se desenvolvem no livro sagrado. É por isso que No Princípio (2018, 319 p.) aborda temas como a cosmovisão bíblica, a interpretação dos primeiros capítulos de Gênesis, as referências que Cristo e o Novo Testamento fazem ao relato da criação, a insuficiência da teoria neodarwinista e suas consequências no mundo ocidental.

Com uma abordagem séria e acadêmica, bem como acessível, este livro renovará sua compreensão sobre esse tema polêmico. Esta obra, por ser mais teológica e filosófica, difere das outras que foram publicadas em anos recentes, cuja ênfase era mais científica. Dessa maneira, ela cobre um aspecto do debate até aqui pouco analisado.

CONSELHOS SOBRE MORDOMIA (ADULTOS)

Tendo em vista o mundo materialista em que vivemos, é inegável o fato de que, dentre todas as coisas que Deus nos confiou para cuidar, uma das mais difíceis de administrar é o dinheiro. Segundo alguns, o bolso é o “órgão” mais sensível do ser humano. E, de acordo com Jesus, onde está nosso tesouro aí está nosso coração (Mt 6:21).

Conselhos sobre Mordomia é uma compilação de escritos da pioneira adventista Ellen G. White, extraídos principalmente de artigos que ela publicou no periódico Review and Herald. Inicialmente lançado em 1940, em inglês, e depois em 1968, em português, a obra apresenta orientação sobre riqueza, liberalidade, motivos corretos para doar, investimentos, empréstimos, dívidas e votos. São conselhos gerais e específicos que se aplicam aos membros e instituições adventistas.

Acima de tudo, a obra apresenta o conceito bíblico de mordomia, cujo fundamento está em duas verdades incontestáveis: Deus é o dono de tudo (Sl 24:1) e tudo que vem Dele deve ser usado para Sua glória. Com base nesses dois valores, podemos desfrutar melhor as bênçãos que rebemos Dele e abençoar mais pessoas com os recursos que Ele nos têm confiado.

GLAUBER ARAÚJO é editor de livros denominacionais, ARIANE OLIVEIRA é editora de livros infantojuvenis e EDUARDO RUEDA é editor dos livros de Ellen G. White na CPB

(Publicado originalmente na edição de dezembro de 2018 da Revista Adventista)

Veja também

Espaço para autógrafos

No último domingo, 3 de abril, a livraria da CPB em Hortolândia (SP) inaugurou o …