Referência no ensino

Cursos na área de Justiça Criminal oferecidos pela Universidade La Sierra estão entre os mais prestigiados dos Estados Unidos
Foto: Carlton Fuller (à esq.), ex-gerente forense do Departamento do Xerife da Comarca de Riverside, ensina técnicas de identificação de impressões digitais a estudante do bacharelado em Justiça Criminal da Universidade La Sierra. Foto: Natan Vigna, La Sierra University News

A Universidade La Sierra, nos Estados Unidos, se tornou uma referência nacional na área de justiça criminal, segundo o niche.com, site que divulga rankings anuais relacionados ao universo educacional. O programa de ensino oferecido pela instituição adventista aparece na posição número 12, à frente, por exemplo, daqueles que são oferecidos na Universidade Estadual da Florida, na Universidade Rutgers e na Universidade Estadual de Ohio (veja o ranking aqui). O levantamento foi embasado em avaliações de alunos e dados do Departamento de Educação dos EUA, entre outras fontes.

Lançado em 2010, o Programa de Justiça Criminal da La Sierra está vinculado à Faculdade de Artes e Ciências e é oferecido em dois campi: Corona e Ontario. Em quase dez anos, o programa se expandiu, chegando a 255 matriculados em 2018. A universidade adventista também oferece bacharelado em Justiça Criminal para aqueles que pretendem seguir carreiras nas áreas de segurança pública, direito penal, segurança privada, administração de tribunais e ciências forenses.

Lowell Smith, ex-agente de liberdade condicional de Orange County, na Califórnia, também é especialista nacional em grupos de extremismo e ódio, além de atuar como consultor da polícia e da mídia. Ele é professor da graduação em Justiça Criminal na Universidade La Sierra. Foto: Natan Vigna, La Sierra University News

Além de as áreas de atuação serem amplas, os alunos aprendem habilidades específicas, como técnicas de defesa sem armas, impressões digitais, balística, processamento de cenas de crime, análise forense e de sangue, e elaboração de relatórios. Além disso, o departamento está atualmente planejando um curso sobre narcóticos.

Os graduados no programa estão caminhando para carreiras com fortes perspectivas de emprego, de acordo com o Bureau of Labor Statistics dos EUA. O mercado de trabalho para cientistas forenses, por exemplo, deve crescer 17% até 2026.

O plano de estudos, porém, não se concentra somente no que é relevante para o crescimento profissional, mas oferece algo que as demais escolas não podem oferecer. Com base nos fundamentos de toda universidade adventista do sétimo dia, o programa apresenta forte ênfase na vida espiritual e no desenvolvimento de seus estudantes. “O programa cresceu pela graça de Deus”, disse Todd Bell, membro do corpo docente do programa de Justiça Criminal. “Acreditamos que a fé e a graça de Deus estejam em nosso programa, combinando aplicações acadêmicas e práticas que são atraentes para os jovens”, completa. Bell ainda afirma que os estudantes aprendem princípios bíblicos que ajudam na tomada de decisões conforme os alicerces espirituais da justiça.

DARLA MARTIN TUCKER é diretora de Relações Públicas da Universidade La Sierra

Veja também

Vítima do massacre

Um dos estudantes mortos pelos atiradores em Suzano era adventista.