História do adventismo na Europa

Novo livro mostra como a igreja no Velho Continente desempenhou um papel importante no envio de missionários para várias partes do mundo
Foto: Victor Hulbert/TED

Nos últimos 90 anos, a Divisão Transeuropeia (TED, na sigla em inglês) tem dado suporte à missão da Igreja Adventista do Sétimo Dia em um vasto e diversificado território, que está em constante mudança. A história de como a denominação no Velho Continente teve um papel fundamental no envio de missionário para o mundo é o tema de um novo livro, escrito pelo historiador David Trim, diretor do Escritório de Arquivos, Estatísticas e Pesquisa da Associação Geral. Na obra de quase 500 páginas, publicada pela editora do Newbold College, na Inglaterra, onde Trim se graduou, o autor destaca a paixão pela missão desde as primeiras origens da Igreja Adventista na Europa até os contínuos desafios de pregar em sociedades amplamente secularizadas. Lançado neste mês, Passion For Mission (Paixão Pela Missão) mostra também que a missão está no DNA do adventismo europeu e que, embora a Europa tenha começado como um “campo missionário”, logo começou a enviar missionários locais para a África, Ásia e até para a América do Sul. Em uma palestra que acompanhou o lançamento do livro, Trim estimou que cerca de mil missionários europeus serviam no exterior. [Equipe RA, da Redação / Com informações de Victor Hulbert, do site da TED]

Veja também

Atualização do aplicativo

Ferramenta ganha novas funcionalidade e funcionará de maneira interligada com a Escola Sabatina.