“Capital” da esperança

CPB comemora 120 anos de história presenteando moradores e autoridades de Tatuí (SP) com literatura

Márcio Tonetti
Servidores da editora e motociclistas de várias partes do Brasil saíram às ruas de Tatuí (SP), cidade em que fica a matriz da CPB, para distribuir exemplares do livro A Maior Esperança e de uma revista comemorativa. Foto: CPB

Todos os anos, a editora da Igreja Adventista no Brasil tem escolhido uma cidade para ser impactada pela distribuição de livros . E em 2020, o destino de aproximadamente 20 mil exemplares da obra A Maior Esperança, entregues por seus servidores, foi a própria cidade de Tatuí, onde fica a matriz.

A ação marcou o 120° aniversário da instituição, que há 35 anos transferia seu parque gráfico de Santo André para o município do interior de São Paulo. Como um presente para a cidade, a CPB também distribuiu aos moradores exemplares de uma revista comemorativa e doou 365 volumes de seu catálogo para a biblioteca da cidade, além de entregar alguns de seus best-sellers, como Caminho a Cristo e Vida de Jesus, de Ellen White, para autoridades municipais. Nesse contexto, o diretor-geral da editora, pastor José Carlos de Lima, também recebeu, por sua vez, uma homenagem especial da Prefeitura de Tatuí.

Todas essas iniciativas aconteceram na última terça-feira, 27 de outubro, por ocasião do Impacto CPB, evento que contou com a participação de líderes dos vários níveis administrativos da denominação e de aproximadamente 200 motociclistas de várias partes do país. Como tem sido feito nos últimos anos, o público pôde acompanhar ao vivo pelas mídias sociais a programação que precedeu a saída dos funcionários e convidados para distribuir literatura.

Um dos destaques foi o momento de entrevista com os autores da obra A Maior Esperança, escrita por Diogo Cavalcanti, pastor e jornalista que coordena a editoria de livros denominacionais da CPB, e Luís Gonçalves, evangelista da sede sul-americana da igreja e apresentador do programa Arena do Futuro, da TV Novo Tempo (para assistir ao evento, clique aqui).

Depois de um ato simbólico de dedicação do livro a Deus, conduzido pelo pastor Almir Marroni, líder mundial de Publicações, o pastor Erton Köhler trouxe uma mensagem ao grupo. Ele lembrou que aquele era um contexto marcante tanto pela comemoração dos 120 anos da Casa Publicadora Brasileira quanto pelo cenário do Brasil e do mundo. Depois de ter sido adiada de maio para julho, e posteriormente para o fim de outubro, a campanha de distribuição de literatura conhecida como Impacto Esperança finalmente poderá ser realizada em condições mais seguras neste sábado (31).

Porém, o pastor Erton Köhler, líder da sede administrativa da igreja para oito países do continente, fez questão de ressaltar que “a igreja quer ser agente de esperança, não de contaminação”. Por isso, ele frisou a importância de os membros da igreja que irão sair às ruas tomarem todos os cuidados necessários para que a igreja cumpra sua missão com responsabilidade.

Embora muitas igrejas já tenham começado a distribuir o livro deste ano, o Impacto CPB tem sido o pontapé inicial da mobilização nacional. E como centro de produção e distribuição dos milhões de livros missionários que dali saem para abençoar o país, Tatuí é não somente a capital da música e do doce, como ela é conhecida por causa de seu famoso conservatório musical e de suas tradições culinárias, mas também a “capital da esperança”, conforme definiu o pastor Erton Köhler.

MÁRCIO TONETTI é editor associado da Revista Adventista

Veja também

Hora do voto

Qual deve ser a postura dos adventistas em relação à política e às eleições?