Pela 1ª vez, agenda detalhada da assembleia está aberta ao público

Informações disponibilizadas na internet pela primeira vez na história das assembleias oferecem aos membros da igreja em geral a oportunidade de compreender melhor como são tomadas as decisões em nível mundial

Informações antes restritas os delegados das assembleias mundiais da igreja foram disponibilizadas neste ano ao público por meio do site oficial do evento.

Informações antes restritas os delegados das assembleias mundiais da igreja foram disponibilizadas neste ano ao público por meio do site oficial do evento.

A 60ª Assembleia da Associação Geral traz uma série de novidades: votação eletrônica, um aplicativo para dispositivos móveis, um livro digital para os delegados e ainda a oportunidade de o público em geral ter acesso à agenda da programação antes do evento.

Normalmente, a Secretaria da Associação Geral define a agenda e fornece as informações somente para os delegados. Mas, pela primeira vez na história das assembleias, os detalhes das reuniões de negócios da igreja mundial foram disponibilizados com antecedência na internet para todo o público.

“Até então, somente os delegados tinham acesso a essas informações. Mas neste ano decidimos disponibilizá-las em um website, oferecendo aos participantes a oportunidade de compreender melhor o processo”, afirma Myron Iseminger, secretário associado da Associação Geral.

material foi publicado em PDF no site oficial da assembleia e traz informações de como são eleitos os líderes para cada região do mundo, bem como a respeito das alterações que devem ocorrer no texto de algumas crenças fundamentais e regulamentos do Manual da Igreja.

Ao acessar o site, os internautas têm acesso também ao que vai acontecer em cada um dos dez dias de programação e os horários dessas atividades. Com exceção dos sábados, o início das atividades acontecerá às 8h (10h no horário de Brasília) com o momento devocional, que será seguido de duas reuniões de negócios (a primeira das 9h30 às 12h e a segunda, das 14h às 17h, horário local). Já a programação da noite, com início previsto para as 18h30 (20h30 no horário de Brasília), inclui concerto musical, apresentação de relatórios das divisões e termina com uma reflexão bíblica.

Abaixo, disponibilizamos um resumo do calendário de atividades, que poderá sofrer alterações caso as discussões sobre alguns itens da agenda durem mais tempo do que o previsto.

Quinta-feira – 2/7

Janos Kovacs-Biro, secretário da Associação Ministerial na Divisão Transeuropeia, abre o primeiro dia de atividades com o devocional “Clímax glorioso da história: a promessa do retorno de Jesus”.

A abertura oficial do evento será marcada pela exibição do curta-metragem O que poderia ter sido, cujo objetivo é motivar a liderança da igreja a buscar o Espírito Santo para que a pregação do evangelho seja concluída.

Seguindo a praxe, também será feita a leitura de regulamentos, que abre as sessões de negócios da assembleia. Após esse momento de formalidades, os delegados devem votar uma resolução sobre a Bíblia Sagrada e uma declaração de confiança nos escritos de Ellen G. White.

O item principal da agenda concentra-se na missão da igreja. Os delegados receberão oficialmente 35 novas uniões, que foram abertas desde a última assembleia, em 2010. Trata-se de um número recorde. Em 2010, foram adicionadas 22 novas uniões.

“O elevado número de novas uniões é sem precedentes na história da Igreja Adventista do Sétimo Dia”, disse G.T. Ng, secretário-executivo da Associação Geral. Para ele, isso é “um reflexo da igreja crescendo com velocidade vertiginosa em todo o mundo, particularmente na América Latina e no continente Africano.”

Após o almoço, será formada a comissão de nomeações para a escolha da liderança da Associação Geral, começando pelo presidente da sede mundial. No período da noite, o pastor Ted Wilson apresentará o relatório de sua gestão.

Sexta-feira – 3/7

O devocional da manhã será apresentado por Sikhu Hlatshwayo, uma missionária do Zimbábue nos Estados Unidos. Ela vai falar sobre “Os sinais da segunda vinda de Jesus”.

A sessão de negócios começa com o relatório do secretário da Associação Geral, G. T. Ng. Na sequência, David Trim apresentará o relatório estatístico e o tesoureiro da sede mundial, Robert E. Lemon, dará uma visão geral do estado financeiro da igreja.

Ainda no período da manhã, a comissão de nomeações pode interromper a sessão para anunciar o presidente da AG para o próximo quinquênio. É possível também que secretário e tesoureiro sejam definidos no período da tarde, repetindo o que aconteceu na assembleia de 2010.

Nesse dia, a sessão de negócios deve encerrar mais cedo, por volta das 16h (18h no horário de Brasília), em preparação para o sábado.

Sábado – 4/7

O pregador do sábado é o secretário da Associação Geral, G. T. Ng, que vai falar sobre “A Igreja em missão”. Durante a programação da manhã, os participantes do evento serão convidados a participar de um programa com essa ênfase no período da tarde.

A programação da noite será voltada para a apresentação dos relatórios da Divisão Norte-Americana e da União Norte-Africana Oriente Médio.

Domingo – 5/7

Neale Schofield, CEO da Rede Adventista de Mídia na Austrália, será o orador do culto matutino. O tema do devocional é “O evento surpreendente: a maneira do retorno de Jesus”.

Durante as reuniões de negócios devem ser votadas mudanças editoriais no Manual da Igreja, abrangendo questões como os casos extraconjugais. Os delegados vão considerar a possibilidade de incluir detalhes e definições específicas relativas à conduta sexual. (Leia mais sobre as mudanças propostas)

Também no domingo, serão votadas alterações técnicas feitas na Constituição e Estatuto Social da Associação Geral.

A expectativa é de que nesse dia sejam eleitos os vice-presidentes da sede mundial e associados.

No período da noite acontecerá a apresentação de relatórios das divisões Centro-Leste Africana e Euro Asiática.

Segunda-feira – 6/7

Shian W. O’Connor, presidente da Associação das Ilhas Cayman, no território da Divisão Inter-Americana, dirigirá o devocional da manhã com o tema “Fiel no tempo do fim: preparação para a segunda vinda de Jesus”.

Ao longo de toda a segunda-feira, os delegados devem focalizar a nova redação de algumas das 28 crenças fundamentais dos adventistas. O objetivo é tornar o texto mais claro. Entre essas propostas está a adição da frase “a recente criação de seis dias” na declaração sobre a “Criação”.

Leia mais sobre as atualizações editoriais nas 28 crenças fundamentais dos adventistas (material em inglês)

Veja também a nova proposta de redação das 28 crenças fundamentais (material em inglês)

A comissão de nomeações estará em recesso durante a discussão sobre as crenças fundamentais. Mas é possível que haja eleições de departamentais da AG e presidentes, secretários e tesoureiros de divisões.

À noite, as divisões Intereuropeia e Interamericana apresentarão seus relatórios.

Terça-feira – 7/7

Mathilde Frey, ex-professora de exegese do Antigo Testamento e línguas bíblicas no seminário do Instituto Adventista Internacional de Estudos Avançados (AIIAS), nas Filipinas, será a oradora do culto da manhã. Seu sermão é intitulado “Nunca esquecidos: a promessa do Consolador, que antecede o retorno de Cristo”.

As sessões de negócios devem se encarregar de formalizações legais ao longo de todo o dia.

A previsão é de que nessa data também ocorra a nomeação da maioria dos líderes de departamentos da sede mundial.

Nesse dia, a Divisão Sul-Americana e a Divisão do Pacífico Norte-Asiático apresentarão seus relatórios durante a programação da noite.

Quarta-feira, 8/7

O devocional da manhã, intitulado “O movimento adventista e o retorno de Jesus”, será conduzido por Alain Coralie, secretário adjunto da Divisão Centro-Leste Africana.

A pauta principal do dia será a ordenação de mulheres. Os delegados decidirão se as divisões terão autonomia para ordenar mulheres ao ministério em seus respectivos territórios.

A comissão de nomeações entrará em recesso na ocasião.

A programação da noite contempla a apresentação de relatórios das divisões Sul-Africana-Oceano Índico, Pacífico Sul e Pacífico Sul-Asiático.

Quinta-feira – 9/7

Taj Pacleb, evangelista na Califórnia (EUA), falará sobre o tema “A todo mundo: a proclamação do evangelho antes da vinda de Jesus”.

Serão tratados itens pendentes da agenda e nomeados os auditores e integrantes da comissão ministerial da Associação Geral.

À noite haverá a apresentação dos relatórios das divisões Sul-Asiática, Transeuropeia e Centro-Oeste Africana.

Sexta-feira – 10/7

No penúltimo dia de programação, o devocional será feito por Ron Smith, presidente da União Sul na Divisão Norte-Americana. Ele apresentará o tema “Finalmente em casa: a alegria e plenitude do retorno de Cristo”.

Além de tratar itens pendentes, estão previstos momentos dedicados para a oração.

Sábado – 11/7

Quem proferirá o sermão do último dia da 60ª assembleia será o presidente eleito para os próximos cinco anos.

A ideia é de que, no sábado também seja arrecadada uma oferta especial com o objetivo de financiar projetos de missão em todo o mundo.

Aliás, a missão será o foco desta assembleia do início ao fim. O encerramento, que será no sábado à noite e consiste num dos momentos mais aguardados de uma assembleia, deve passar por mudanças nesse ano para se ajustar mais a essa visão. No lugar do tradicional “Desfile das Nações”, em que as diversas delegações entravam representando as diferentes culturas, o programa irá resgatar a história dos primeiros adventistas batizados em cada país e lembrar os desafios para a pregação do evangelho nas várias regiões do globo. [Equipe RA, da redação / Com informações de Andrew McChesney, da Adventist Review]

Márcio Tonetti View more

Márcio Tonetti
Editor associado da Revista Adventista