Quão grande és Tu

Relatório apresentado por Israel Leito, presidente reeleito da Divisão Interamericana, no dia 6, destacou a integridade dos membros e a participação deles na missão

Esta igreja em Santo Domingo, República Dominicana, é uma das centenas de novos templos inaugurados ao longo dos últimos cinco anos. Crédito: União Dominicana

Esta igreja em Santo Domingo, República Dominicana, é uma das centenas de novos templos inaugurados ao longo dos últimos cinco anos. Crédito: União Dominicana

“Cantem ao Senhor, todas as terras! Proclamem a sua salvação dia após dia! Anunciem a sua glória entre as nações, seus feitos maravilhosos entre todos os povos! Pois o Senhor é grande e muitíssimo digno de louvor, ele deve ser mais temido que todos os deuses” (1Cr 16:23-25).

Ao refletir sobre este quinquênio, a Divisão Interamericana (Inter-American Division — IAD) só pode concluir que foi ricamente abençoada pelo Senhor. Por meio de seu Espírito, ele operou maravilhas nos 42 países que formam a América Central. Sua graça é tão ampla, o amor que manifesta a seus filhos é tão grandioso, sua misericórdia ao salvar centenas de milhares neste território é tão sublime, que nenhum superlativo é suficiente para proclamar a plenitude de sua glória. Só nos resta exclamar: “Meu Deus, quão grande és Tu”.

A cada sábado, ao abrirmos as portas de mais de 20 mil igrejas para que quase 4 milhões de membros e seus amigos entrem para adorar, seus louvores entoam, ecoando o refrão: “Senhor, quão grande és Tu”. Nosso coração bate em uníssono enquanto reconhecemos a grandeza de nosso Senhor e humildemente dizemos: “Obrigado, ó Deus, por nos amar sem medida”.

1007relatorio-iad-seminario

O Seminário Teológico Interamericano é reconhecido pela Associação de Escolas Teológicas e concede diplomas que são validados em todo o mundo. Crédito: Seminário Interamericano de Teologia

Sua obra dá testemunho da realidade dessas palavras inspiradas de Ellen White: “Não há limites à utilidade daquele que, pondo de parte o próprio eu, abre margem para a atuação do Espírito Santo no coração, e vive uma vida inteiramente consagrada a Deus” (Serviço Cristão, p. 194).

Concentrados no crescimento e no avanço da obra de Deus, crendo nessas palavras inspiradas de Ellen White, a administração da Divisão Interamericana, em dependência e confiança completas na guia divina, se propôs a alcançar vários objetivos durante esse período de cinco anos.

Melhor preparo dos pastores

Depois de receber o mais elevado reconhecimento concedido a um seminário teológico, o Seminário Interamericano de Teologia (Inter-American Theological Seminary — IATS) foi formalmente estabelecido. Depois de trabalhar por muitos anos e depender de outras instituições de ensino, o Senhor foi misericordioso com nossa Divisão ao permitir que o IATS recebesse a aprovação, a certificação e o credenciamento da Associação de Escolas Teológicas.

Além do Seminário Teológico Adventista da Universidade Andrews, poucas instituições adventistas alcançaram esse nível de reconhecimento. De agora em diante, os estudantes que concluírem seus estudos no IATS receberão um título credenciado reconhecido em todo o mundo. Agradecemos à administração e ao colegiado do IATS por permitirem ser usados pelo Senhor. Seu trabalho árduo beneficiará os pastores de nossa Divisão.

Educação online

Percebemos a orientação divina por meio da consolidação da Herbert Fletcher University (HFU), uma das poucas instituições adventistas de ensino do mundo a oferecer cursos totalmente online. Quando essa universidade estiver em pleno funcionamento, abençoará milhares de profissionais que poderão avançar em sua educação sem precisar deixar seu lar ou emprego. Toda a documentação já foi enviada para as autoridades, com a perspectiva de aprovação formal e inauguração dessa universidade online. Expressamos calorosos agradecimentos a todas as instituições que patrocinaram a HFU, ajudando no custeio de seus diplomas até aqui.

Além de oferecer cursos acadêmicos, a HFU também conta com instrução online informal para todos os líderes das igrejas. Eles podem receber capacitação em suas áreas específicas de responsabilidade congregacional e, assim, atuar com maior eficiência. Com a ajuda do Espírito Santo, prestarão um serviço mais eficaz à igreja.

Milhares de holofotes

Esse período de cinco anos testemunhou um crescimento impressionante na organização de novas congregações. Em 2010, os líderes lançaram o desafio de transformar todos os grupos informais existentes e qualificados em igrejas organizadas. Contudo, se o desafio fosse apenas transformar os grupos já existentes em igrejas organizadas, significaria o fim do crescimento e só atenderia os lugares em que existe presença adventista estabelecida.

Por isso, em seguida, os membros foram desafiados a fixar o estandarte do Príncipe Emanuel em lugares em que não havia presença adventista consolidada. Pela graça de Deus e mediante sua orientação, temos vencido esse desafio. Atualmente temos praticamente o mesmo número de grupos do que no início do quinquênio, isso depois de transformar a maioria dos grupos anteriores em igrejas organizadas.

A Divisão Interamericana designou 2013 como o “ano dos leigos”, resultando no acréscimo de milhares de novos membros à igreja. Crédito: Comunicação IAD

A Divisão Interamericana designou 2013 como o “ano dos leigos”, resultando no acréscimo de milhares de novos membros à igreja. Crédito: Comunicação IAD

Organizar para vencer

Com o aumento do número de membros, foi necessário fundar locais de adoração e isso requer a construção de mais templos. Com o crescimento do total de igrejas e grupos, surge a necessidade correspondente de novas sedes administrativas para coordenar o trabalho. Na verdade, esse processo produziu um aumento significativo nos campos locais, tanto Associações quanto Missões.

Alguns anos atrás, a Divisão Interamericana contava com cerca de 60 campos locais, a maioria deles com o status de Missão. Hoje temos 122 campos locais, quase todos com o status de Associação.

Esse crescimento exponencial de campos locais exigiu uma estratégia para prover liderança no nível das Uniões. Enquanto a Divisão Interamericana possuía 12 Uniões poucos anos atrás, a maioria com o status de União-Missão, hoje são 24 Uniões, o dobro! A maioria delas tem status de União-Associação e outras estão no processo de alcançá-lo.

Visão: Um milhão

No início do quinquênio, os líderes se reuniram e fizeram planos para batizar, no mínimo, um milhão de pessoas ao longo desse período de cinco anos. “Visão: Um milhão” se tornou a palavra de ordem. Hoje é mais que um slogan. Pela graça de Deus, a Divisão Interamericana batizou mais de um milhão de pessoas nos últimos cinco anos, culminando com uma festa batismal de toda a Divisão em um evento transmitido via satélite a partir de Trinidad, no Caribe, este ano.

O cristão interamericano completo

Na América Central, cremos nas palavras de João ao expressar o ideal de um cristão completo: “Oro para que você tenha boa saúde e tudo corra bem, assim como vai bem a sua alma” (3Jo 2). Os cristãos equilibrados devem: (1) prosperar socialmente, (2) ter boa saúde e (3) demonstrar valores cristãos fortes.

Cristãos de boa conduta. Muito tem sido feito na América Central para ajudar os adventistas a entender que, na sociedade em que vivem, devem ser os melhores vizinhos, os melhores cidadãos, os colegas de trabalho mais confiáveis e os amigos mais leais da humanidade. Devem procurar viver como cristãos verdadeiros. Programas como “Abrace uma Cidade”, “Dê um Sorriso” e outros causaram grande impacto em várias comunidades. E somente mediante a intervenção divina é possível que quase 4 milhões de pessoas tenham um testemunho tão impecável.

Cristãos saudáveis. Durante esse quinquênio, programas e iniciativas atraentes de saúde foram lançados em muitos lugares da Divisão Interamericana. Programas como “Quero Viver com Saúde” foram adaptados por alguns governos para despertar a consciência da necessidade de levar uma vida saudável como questão de prioridade nacional. Os profissionais adventistas se uniram a líderes civis na promoção de um estilo de vida saudável para todos. Muito tem sido feito para manter a igreja com o foco na mensagem de saúde e em seu impacto sobre a vida das pessoas, da igreja e da comunidade. Os pastores foram conclamados a proclamar essa grande verdade.

Cristãos morais. Quando João disse “como vai bem a sua alma”, deveria ter nossos dias em mente. Tantas coisas competem pela nossa atenção! A degradação dos padrões morais aceitos em geral pode desviar muitos com facilidade. Mas o Senhor mantém a prosperidade espiritual de seu povo. A Divisão Interamericana não olha nem para a direita, nem para a esquerda, pois sabemos em quem temos crido; e a prosperidade de nossa alma, a certeza da salvação, é nossa maior prioridade.

1007relatorio-iad-ultima

Um educador físico faz uma série de exercícios com as pessoas em Monterrey, Nuevo Leon, México, como parte da iniciativa “Quero Viver com Saúde”. Crédito: IAD/Aljafet Chable

Generosidade

A fidelidade financeira da igreja na América Central é notória. Os membros acreditam na obra do Senhor. A igreja confia em seus líderes. A generosidade de nossos membros faz a igreja progredir em sua missão não só em nossa região, mas também em outras partes do mundo. Nossa contribuição com ofertas missionárias em comparação com os dízimos é uma das mais altas do mundo adventista.

A Divisão Interamericana continua prestando forte apoio aos esforços missionários da igreja por meio da doação liberal. Isso só pode ser atribuído à confiança absoluta em Deus, às bênçãos do Senhor à sua igreja e à dedicação de seus membros.

A devolução fiel dos dízimos é prática estabelecida da vida da igreja. Isso não acontece por planejamento ou estratégias humanas, porque a questão de devolver os dízimos com fidelidade é estritamente pessoal e particular entre os cristãos e o Senhor.

A página impressa

Um dos meios que o Senhor tem dado para sua igreja cumprir a missão é o trabalho dos colportores-evangelistas. De manhã, de tarde e de noite, esses homens e mulheres de Deus, cheios do Espírito Santo, batem às portas, alcançam as pessoas para o Senhor e, acima de tudo, deixam literatura cheia de verdade dentro dos lares.

Depois de anos sem dedicar atenção suficiente a esse ministério tão importante, a Divisão Interamericana transformou fez da obra de publicações uma prioridade. Maneiras de motivar, apoiar e direcionar os colportores-evangelistas têm sido restauradas e aperfeiçoadas. A colportagem deixou de ser importante apenas para alguns, na medida em que toda a igreja tem se dedicado a fortalecer essa missão relevante e necessária. Medidas têm sido tomadas para que todo colportor-evangelista fiel receba o devido reconhecimento e os benefícios que a igreja pode oferecer.

A força da união

A igreja não está dividida, pois temos promessas que garantem que as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Comissionada pelo Senhor a ir, pregar e ensinar (Mt 28:19, 20), a igreja na América Central reconhece o valor e a contribuição de todos os seus membros para o avanço da missão. É por isso que todo o ano de 2013 foi dedicado ao reconhecimento da contribuição dos membros leigos, culminando com um dia especial no qual os anciãos das igrejas locais puderam batizar aqueles que haviam levado pessoalmente aos pés de Jesus.

Que grande alegria para os membros leigos! Que bênção foi para a igreja quando os anciãos de todo o território da Divisão Interamericana, apoiados pelos pastores, batizaram milhares de pessoas. A igreja não é servida apenas pelos ministros. Os pastores têm sua parcela de responsabilidade; mas a igreja pertence a seus membros e cada um deles é importante para o cumprimento da missão.

Os líderes da igreja têm a oportunidade de receber treinamento informal para o cumprimento da missão. Dezenas de milhares se esforçaram para concluir cursos a fim de servir melhor ao Senhor e sua igreja. O uso da tecnologia permitiu que milhões de membros assistissem a essa formatura pela internet.

Nosso louvor nunca terá fim; nunca deixaremos de expressar nossa gratidão. Nosso único desejo é ser mais semelhantes a Cristo e servi-lo todos os dias. Por esse privilégio dizemos: “Grandes coisas o Senhor tem feito” e continua a fazer por sua igreja na Divisão Interamericana e ao redor do mundo. [Fonte: Adventist ReviewTradução: Cecília Eller Rodrigues

ASSISTA AO VÍDEO APRESENTADO PELA DIVISÃO INTERAMERICANA NA ASSEMBLEIA