Atentado na Alemanha

2 minutos de leitura
Adventistas oferecem apoio às vítimas de ataque em shopping de Munique  
A congregação adventista em Munique-Waldfrieden ofereceu um culto fúnebre no dia 24 de julho para as vítimas do ataque Olympia Mall. Foto: Divisão Intereuropeia
Congregação adventista em Munique-Waldfrieden ofereceu um culto fúnebre em memória às vítimas do ataque no Olympia Mall. Foto: Divisão Intereuropeia

A Igreja Adventista do Sétimo Dia na Alemanha respondeu ao ataque trágico que ocorreu na última sexta-feira, 22 de julho, quando um estudante alemão-iraniano de 18 anos de idade abriu fogo em frente ao shopping Olympia Mall, em Munique, matando nove pessoas e ferindo 35. A maioria das vítimas tinha entre 14 e 20 anos de idade.

Depois do ataque, uma congregação adventista cancelou um culto de celebração do quinto aniversário da igreja local, a fim de organizar um culto fúnebre em memória das vítimas.

Durante a cerimônia, Miodrag Jovanovic, pastor local, pediu aos membros para continuarem acreditando no bem, apesar de todo o mal existente no mundo. Jovanovic também destacou o excelente trabalho da polícia e dos cidadãos alemães que estão ajudando seus compatriotas. Finalmente, Jovanovic apelou ao público para atuar como “mensageiros de conforto e confiança”.

“Os adventistas em Bayern foram surpreendidos pelo ataque de ontem à noite, assim como todos os outros cidadãos em Munique”, disse Wolfgan Dorn, presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia na Baviera.

“Estamos preocupados com o crescimento da violência e terror em nosso país. Como crentes adventistas, queremos que nossas igrejas sejam locais de refúgio para os fracos e sofredores. Nossos templos devem ser um lugar seguro para as pessoas que estão ansiando por proteção e segurança e que vivem em áreas afetadas pelo pecado e sofrimento”, Dorn afirmou.

Em sua página no Facebook, o pastor Ted Wilson, presidente mundial da denominação, apelou aos membros para orarem pelas famílias que perderam entes queridos. “O mundo está definitivamente se tornando mais e mais inseguro a cada dia. Somos lembrados de que estamos vivendo no tempo do fim. Que hora para anunciar as profecias de Daniel e Apocalipse, apontando para a grande esperança que temos na salvação por meio da justiça de Cristo e em Sua segunda vinda”, ressaltou.

A sede da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região intereuropeia também divulgou um comunicado pedindo orações pela paz.

“Lamentamos a morte de jovens alemães e estrangeiros, cristãos e muçulmanos. Nunca um pai deveria assistir à morte de seus filhos. Nunca deveria uma mãe lamentar a perda de seus descendentes. Oramos pelo fim do ódio e da violência. Que Deus console os corações de todos quantos estiveram envolvidos nesta tragédia. Vamos levantar-nos para o amor e reconciliação. Vamos nos reunir, em profunda harmonia”. [Equipe ANN, da redação]

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Da redação

Da redação
Equipe RA

Veja Também

Método inovador

Universidade adventista investe em sistema digital para ensinar sobre anatomia humana.