Clínica para a comunidade

2 minutos de leitura

Conheça o projeto da Faculdade Adventista da Bahia que tem beneficiado famílias de crianças com necessidades especiais

Wiliane Antunes Passos

Mensalmente, a Clínica-Escola da FADBA realiza, em média, 250 atendimentos na área de enfermagem, 1.000 em fisioterapia, 480 em psicologia, 750 em odontologia e 100 em nutrição, além de vacinar cerca de duas mil pessoas, aplicar 80 curativos e fornecer 250 medicamentos. Foto: Alonso Dávila

Inaugurada no dia 23 de abril de 2002, a Clínica-Escola da Faculdade Adventista da Bahia (FADBA) completou 20 anos de existência. Ela começou funcionando como local de estágio para alunos da antiga Faculdade Adventista de Fisioterapia (FAFIS). Assim, as primeiras atividades foram de reabilitação fisioterapêutica nas áreas de ortopedia e neurologia. Mas o envolvimento de outros cursos ampliou sua esfera de atuação.

Em 2014, mediante parceria com a prefeitura do município, o projeto incorporou também uma Unidade de Saúde da Família, possibilitando que fossem oferecidos diversos serviços de saúde à população do entorno da FADBA, lista que incluía clínica médica, tratamentos odontológicos, exames preventivos e vacinação. Sem contar que, algum tempo depois, a iniciativa passou a ofercer apoio na área nutricional.

Diego Patrício começou como estagiário na Clínica-Escola há 14 anos e atualmente coordena o curso de Fisioterapia na instituição, além de supervisionar estágios clínicos no local. “Essa experiência tem sido maravilhosa. Os estágios na ClínicaEscola são a ‘última etapa’ do lapidar destes diamantes que estamos levando ao mercado de trabalho”, ele garante.

PROJETOS DE EXTENSÃO E PESQUISA

Em 2004, teve início o projeto de extensão e pesquisa intitulado “Um Sorriso Pra Você”, que é voltado para o atendimento de crianças com necessidades especiais e o suporte às mães. O programa começou com a participação de professores e estudantes dos cursos de Fisioterapia, Pedagogia e Teologia. Depois, esposas dos teologandos se uniram ao projeto, realizando cursos de artesanato. Professores de Administração começaram a ministrar cursos de finanças e estudantes de Psicologia e Odontologia desenvolveram ações voltadas para a saúde emocional e a saúde bucal.

A Clínica-Escola têm se tornado referência no Recôncavo Baiano para o tratamento e cuidado de crianças especiais. Aliás, trata-se do único local na região em que esse serviço é gratuito e multidisciplinar. Isso tem chamado a atenção das mães, que são beneficiadas e convidam outras famílias para participar.

Alana Santos, mãe do Thiago, um dos beneficiados, comenta que, além de ajudar as crianças, a iniciativa atende as famílias com cestas básicas e supre outras necessidades. Para ela, a permanência na ClínicaEscola é um dos melhores momentos da semana, pois permite que mães e filhos compartilhem experiências e se apoiem mutuamente. “O Thiago está aprendendo muito e tem passado para o irmão o que aprende ali”, relata.

Hoje a clínica realiza, em média, 2,7 mil atendimentos e procedimentos mensalmente, se forem somadas as diferentes áreas de atuação. “Graças à equipe multidisciplinar, o paciente é atendido de maneira integral. Os atendimentos são realizados pelos alunos e supervisionados por profissionais capacitados”, explica Luiz Aquino, fisioterapeuta formado pela FADBA que atua como gerente administrativo da Clínica-Escola.

Com o crescimento da instituição e a abertura de novos cursos, esse atendimento tem sido ampliado cada vez mais, sem perder de vista o propósito maior, que é apresentar o amor de Deus em cada abordagem.

WILIANE ANTUNES PASSOS é jornalista e atua como assessora de comunicação da Faculdade Adventista da Bahia

(Notícia publicada na Revista Adventista de maio de 2022)

Sobre Da Redação

Da Redação
Equipe da Revista Adventista

Veja Também

Reconhecimento

1 minuto de leitura Crédito da imagem: Reprodução da revista Time Um menino adventista de …