Olimpíadas da fé

2 minutos de leitura

Igreja na América Central dá a largada do novo programa de discipulado de crianças e adolescentes

Libna Stevens

A expectativa é de que mais de 500 mil crianças e adolescentes completem a “jornada olímpica”, em outubro. Na foto, o engajamento do grupo de uma pequena igreja do México. Foto: Yuri Zalazar

Milhares de crianças da Divisão Interamericana, sede administrativa que em 2022 completa 100 anos, estão matriculadas em um novo programa de discipulado e evangelismo que será realizado ao longo dos próximos 10 meses. As “Olimpíadas da Fé – Eu Irei”, como tem sido chamada essa iniciativa, envolverão o público de 1 a 14 anos em atividades variadas nos lares, nas igrejas e na comunidade. O programa da Igreja Adventista na América Central está alinhado com a ênfase global da denominação (I Will Go).

O objetivo é promover o desenvolvido físico, emocional e espiritual das novas gerações. Isso incluirá, por exemplo, uma série de estudos bíblicos personalizados para elas, projetos de oração, prática de hábitos saudáveis e serviços comunitários. Aliás as crianças estão sendo desafiadas a envolver outros colegas em ações solidárias na vizinhança.

“As ‘Olimpíadas da Fé’ ajudarão a manter nossos filhos envolvidos em um programa que não apenas terá impacto positivo na vida espiritual e física deles, mas também lidará com muitos dos problemas que as crianças enfrentam hoje”, afirma Edith Espinoza, líder do Ministério da Criança e Adolescente (MCA) na América Central.

Durante esse período, assim como ocorre com as tradicionais Olimpíadas no mundo esportivo, uma “tocha” passará pelos diferentes territórios da Divisão Interamericana. Os participantes acumularão pontos e, ao fim da jornada, poderão receber medalhas. Os desafios incluirão memorizar as Escrituras, orar pelos outros, alimerntar-se de maneira saudável e cultivar bons hábitos, testemunhar de Jesus, descobrir novos dons e organizar uma campanha evangelística em sua igreja no fim de setembro. A líder do MCA ressalta que os evangelismos liderados pelas crianças e adolescentes serão um elemento importante na jornada olímpica de 10 meses. Por isso, os diretores regionais do MCA estão capacitando os participantes para que testemunhem. A meta é que cada uma das 24 Uniões do território da Divisão Interamericana alcance pelo menos 100 jovens recém-batizados durante as campanhas evangelísticas especiais.

Na Venezuela, mais de 30 mil crianças já se inscreveram nas “Olimpíadas da Fé”. Em El Salvador foram produzidos vídeos que acompanham cada atividade temática semanal. Por sua vez, líderes da União Interoceânica Mexicana produziram um livreto com quebra-cabeças, diagramas, entre outras atividades.

A Igreja Adventista do Sétimo Dia de Las Lomas, uma das menores congregações da Missão Leste de Tabasco, que fica no território da União Sudeste Mexicana, tem apenas três crianças e um líder do MCA. Mas essas três crianças trouxeram outras cinco da comunidade para participar das “Olimpíadas da Fé” (na foto acima).

“As crianças em nossas igrejas locais podem ser o contato missionário mais eficaz para outras crianças. Eles são testemunhas evangelísticas importantes não apenas para os colegas, mas também para os pais”, conclui Edith Espinoza.

LIBNA STEVENS é diretora associada do departamento de Comunicação da Divisão Interamericana

Última atualização em 14 de fevereiro de 2022 por Márcio Tonetti.

Sobre Da redação

Da redação
Equipe RA

Veja Também

Perfil pastoral

Pesquisa mostra quem são os pastores que lideram as congregações adventistas na América do Sul.