Superação nas telas

2 minutos de leitura
Videodocumentário lançado no Unasp narra a trajetória do ex-morador de rua que se tornou professor titular de uma das principais universidades públicas do país
Lançamento do média-metragem reuniu integrantes da equipe técnica, do elenco, do corpo docente e discente, membros da comunidade e líderes da igreja

Quem esteve na cerimônia de estreia do documentário Opostos, lançado nacionalmente nesta quarta-feira (22), no Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP), pôde conhecer pessoalmente o protagonista da história. Ao fim da apresentação do videodocumentário, Luiz Cietto foi aplaudido de pé.

Com duração de 45 minutos, a produção do centro universitário adventista, realizada em parceria com profissionais de vários países, narra a trajetória do fundador do curso de Enfermagem da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e membro da equipe que coordenou a construção do Hospital de Clínicas na mesma universidade. Formado em Direito e Enfermagem, o professor titular da Unicamp tem dois pós-doutorados, além do título de livre docente.

A universitária Fernanda Nascimento, que esteve entre os espectadores, diz que se sentiu motivada pela história de superação. “Ele não tinha nada e, mesmo assim, possuía objetivos bem definidos que o levaram adiante”, ressalta.

“Vimos uma pessoa determinada e focada que buscou superar, por meio dos estudos, todas as deficiências e dificuldades”, acrescenta o pastor Paulo Martini, diretor geral do campus.

Filmado no Brasil, na Inglaterra, na Itália e nos Estados Unidos, Opostos mostra os dois lados da mesma história. A figura do menino que saiu cedo de casa, fugindo da violência do pai, e viveu durante três anos nas ruas da maior metrópole do país, contrasta com a do professor universitário adventista que, com esforço e determinação, chegou ao topo da carreira acadêmica. Além de frequentar programas de pós-graduação nas principais universidades brasileiras, Cietto estudou na Universidade de Bolonha, na Itália, e na Universidade de Columbia, considera uma das dez mais importantes dos Estados Unidos.

Digna das telas, a história dele já foi contada em outro videodocumentário produzido em 2009 por formandos do curso de Jornalismo da instituição. Na época, o enredo acabou chamando a atenção da liderança mundial da Igreja Adventista, que decidiu patrocinar algo maior.

Na data do lançamento da superprodução, que levou quatro anos para ser concluída, alunos de toda a rede adventista no Brasil receberam o filme no formato DVD. A ideia é usar o material para trabalhar alguns dos valores propostos no Plano Mestre de Desenvolvimento Espiritual (PMDE). “Por tratar sobre superação e valores, o filme tem tudo que ver com a filosofia da educação adventista”, ressaltou o pastor Edgard Luz, líder sul-americano da rede, numa entrevista à Agência Sul-Americana de Notícias (ASN).

EMANUELY MIRANDA é estudante de Jornalismo no Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP)

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Da redação

Da redação
Equipe RA

Veja Também

Gestão responsável

O conceito de responsabilidade ambiental, social e corporativa e seu efeito na igreja.