Tecnologia para matar a sede

1 minuto de leitura

Por meio de uma parceria com o grupo dinamarquês Grundfos, a ADRA Internacional pretende nos próximos cinco anos fornecer água potável para 1,5 milhão de pessoas na África, Ásia, Pacífico Sul e nas Américas Central e do Sul. A intenção é melhorar o saneamento básico nessas comunidades usando bombas movidas a energia solar. Neste ano, o projeto já deve atender Haiti, Moçambique e Nepal [Equipe RA, da Redação / Com informações da ADRA Internacional / Foto: reprodução do site da Adventist Review].

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Da redação

Da redação
Equipe RA

Veja Também

Perfil pastoral

Pesquisa mostra quem são os pastores que lideram as congregações adventistas na América do Sul.