Brasileira que sobreviveu a tufão nas Filipinas fala de sua experiência como voluntária no país

1 minuto de leitura

Em 2013, um tufão devastou as Filipinas, deixando milhares de mortos. A enfermeira brasileira Luana Bomfim, que estava no local no contexto do desastre, auxiliou as vítimas e ajudou diversas famílias a retomar a vida. Nesta entrevista, ela fala de sua experiência como voluntária no país.

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Da redação

Da redação
Equipe RA

Veja Também

Presidente adventista

Com 2,8 milhões de votos, o empresário Hakainde Hichilema, de 59 anos, foi eleito, em agosto, presidente da Zâmbia.