Atenção

500 anos depois

1 minuto de leitura
Congresso no Unasp discute as implicações da Reforma Protestante na teologia e em outras áreas

Tendo em vista as comemorações do 500º aniversário da Reforma Protestante, o Unasp, campus Engenheiro Coelho (SP), irá promover nos dias 19 a 25 deste mês um congresso que discutirá as várias implicações desse movimento histórico. A “Semana Interdisciplinar da Reforma: Caminhos e transformações 500 anos depois” reunirá alunos e professores universitários, bem como outros interessados em se aprofundar no tema.

Entre os teólogos que falarão no evento está o doutor Wilhelm Wachholz, reitor da Escola Superior de Teologia (EST) e membro da Comissão Editorial Obras de Lutero (Ceol). A lista de convidados também inclui Haller Schunemann, sociólogo e doutor em Ciências da Religião, Jean Zukowski, doutor em Religião com ênfase em História do Cristianismo, e Milton Torres, doutor em Arqueologia e Letras Clássicas e pós-doutor em Estudos Literários. Eles vão abordar a história e a teologia da Reforma, sua influência no campo educacional e eclesiológico, bem como seu impacto na crítica textual.

Além das plenárias, haverá apresentação de artigos sobre a relação da Reforma com outras áreas do conhecimento, a exemplo da mídia e da arte. Também está previsto um concerto que resgatará hinos compostos no contexto da Reforma.

Segundo o teólogo e historiador Fábio Darius, um dos organizadores da programação, o objetivo do evento é inspirar o espírito da Reforma na vida dos participantes. “Desejamos que, assim como Lutero, os estudantes e membros da comunidade voltem à Bíblia e busquem a Cristo por meio da oração e da vida devocional”.

As inscrições podem ser feitas por meio do site do evento. [Sara Rabite, estudante de Jornalismo do Unasp, campus Engenheiro Coelho, participa do projeto Casa Unijor]

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Inteligência artificial

Como os “robôs” têm ajudado no atendimento à crescente demanda por estudos bíblicos durante a pandemia.