Imprimindo e distribuindo esperança

1 minuto de leitura
Casa Publicadora Brasileira para máquinas e servidores saem às ruas a fim de impactar cinco cidades com o livro Em Busca de Esperança
No ano em que o projeto Impacto Esperança completa uma década de existência, servidores da Casa Publicadora Brasileira distribuirão cerca de 80 mil livros missionários em Tatuí e nos municípios vizinhos

Cerca de 600 funcionários da Casa Publicadora Brasileira (CPB) dedicarão a terça-feira (23) para distribuir exemplares do livro Em Busca de Esperança em cinco municípios da região. Antes de sair às ruas, eles irão participar de um programa comemorativo alusivo aos 10 anos da campanha promovida pela Igreja Adventista na América do Sul. O evento, que será transmitido ao vivo a partir das 12h pela página oficial da editora no Facebook, contará com a participação do pastor Wilmar Hirle, diretor associado do departamento de Publicações da sede mundial, do pastor Erton Köhler, líder da igreja no continente, e de administradores da denominação no Estado de São Paulo.

A ação irá contar com a participação de um grupo de 100 integrantes do Adventist Motorcycle Ministry (AMM). As motos e o comboio de 12 ônibus sairão da sede da CPB às 14h, com destino a Pereiras, Iperó, Cesário Lange, Guareí e Torre de Pedra. A literatura será entregue nas residências e estabelecimentos comerciais dessas cidades.

A mobilização é uma prévia do que irá acontecer no dia 27 deste mês, quando 16 milhões de exemplares do livro Em Busca de Esperança devem ser distribuídos por todo o Brasil.

Ao longo de uma década, mais de 120 milhões de exemplares dos livros missionários já foram entregues pelos membros da igreja de norte a sul do país. [Márcio Tonetti, equipe RA]

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Os estereótipos projetados pelo 11 de setembro

A visão ocidental sobre o mundo islâmico 20 anos depois do atentado terrorista contra as Torres Gêmeas e o Pentágono.