Novas filiais

1 minuto de leitura
Além de Manaus, outras três cidades ganharão livrarias da editora Casa Publicadora Brasileira
Terreno onde será instalada a nova livraria da CPB na capital do Amazonas. Foto: Tatiane Virmes
Terreno onde será instalada a nova livraria da CPB na capital do Amazonas. Foto: Tatiane Virmes

Manaus (AM) será uma das próximas cidades a ter uma livraria da Casa Publicadora Brasileira (CPB). A expectativa é que a nova unidade abra suas portas em 2017. Nesta semana, a administração da editora anunciou a compra do terreno onde será instalada a filial. A livraria será construída na Avenida Constantino Neri, que fica perto do terminal do centro da capital amazonense.

Segundo o pastor José Carlos de Lima, diretor geral da instituição, as futuras instalações irão facilitar o acesso da população aos produtos que a editora produz. De acordo com ele, fatores como a distância e as dificuldades logísticas hoje retardam a chegada da literatura ao Estado. “Essa unidade nos aproximará mais dos nossos clientes e da população manauara, prestando assim, um melhor atendimento”, acredita.

VEJA MAIS FOTOS

O pastor Gilmar Zahn, presidente da igreja para a região Noroeste do país, comemorou o fato. “ Certamente esta unidade contribuirá para a melhoria no atendimento, ampliando as possibilidades de contato das pessoas com o evangelho”, enfatizou.

Presente de Norte a Sul do país, a maior editora adventista do mundo já possui 14 unidades em funcionamento. Até o fim do primeiro semestre de 2017, devem ser 18. No mês de maio, serão inauguradas duas livrarias: uma em Goiânia (GO) e outra, em Belo Horizonte (MG). De acordo com Divonzir Ferelli, gerente de filiais da CPB, também já está prevista para o ano que vem a abertura de uma filial em Belém (PA).

“A instituição, que trabalha na produção e distribuição de materiais, possui várias frentes de atendimento direto ao consumidor: call center, loja virtual, lojas nas sedes administrativas da igreja e as filiais da CPB”, explica. Segundo ele, a implantação de livrarias em vários pontos do país é uma forma de otimizar o atendimento aos membros da igreja, às escolas que usam os materiais didáticos da CPB e ao público evangélico em geral. [Equipe RA, da redação / Com informações de Tatiane Virmes/ASN]

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Batismo em massa no arquipélago

Série de pregações on-line resultou em milhares de decisões nas ilhas caribenhas.