Os efeitos colaterais da cultura da pressa

1 minuto de leitura

A velocidade das novas tecnologias acelerou significativamente nosso ritmo de vida, mas precisamos repensar essa lógica

Imagem: Adobe Stock / Eduardo Olszewski

Na rotina agitada de hoje, parece que o tempo não anda, mas voa. De onde vem essa sensação, já que o tique-taque do relógio mantém seu compasso desde sempre? O novo episódio do podcast da Revista Adventista nos ajuda a entender os fatores que contribuíram para acelerar a vida moderna e como os efeitos colaterais desse fenômeno se intensificaram nas últimas décadas. Também analisamos se a pandemia poderá ou não influenciar uma mudança de ritmo da sociedade.

Assine o podcast: Anchor | Spotify | Breaker | Google Podcasts | Pocket Casts | YouTube

DESCRIÇÃO

Trilhas utilizadas (YouTube Audio Library)

“Bug Catching” – Emily A. Sprague

“Breatha” – Josh Pan

“Fast Times” – Quincas Moreira

“For The Love Of” – Stayloose

“Hypnosis” – Godmode

“Land of the RetroOnes” – RAGE

“Tick Tock” – Jimmy Fontanez_Media Right Productions

Última atualização em 14 de julho de 2021 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Eleições na Divisão Sul-Americana

Saiba quais foram as principais mudanças no quadro de líderes da sede da Igreja Adventista no subcontinente.