Vice-governadora adventista

2 minutos de leitura
Pela primeira vez, arquipélago britânico terá um membro da igreja exercendo o cargo
Créditos:
Nomeada para o cargo de vice-governadora do arquipélago no dia 1º de setembro, Rosalie Adams deve permanecer na função até fevereiro de 2018. Créditos da imagem: Divisão Interamericana

O cargo de vice-governadora das Ilhas Virgens Britânicas agora está sob responsabilidade de uma adventista. Rosalie Adams foi nomeada pela rainha Elizabeth II através do ministro das Relações Exteriores da Grã-Bretanha, Boris Johnson, no dia 1º de setembro. É a primeira vez que um membro da igreja ocupa essa posição no território ultramarino britânico.

“Sem dúvida, esse alto e significativo reconhecimento deve ser atribuído a Deus”, ela enfatizou. Natural de Tortola, a maior das Ilhas Virgens Britânicas no Mar do Caribe, Rosalie aceitou a mensagem adventista há 16 anos depois de ouvir um sermão do evangelista Charles Brooks. “Eu estava ouvindo o pastor Charles Brooks na rádio WGOD quando ele pregou uma mensagem intitulada ‘God in Bad Company’ (Deus em Má Companhia). Foi nesse momento que o Espírito Santo me tocou”, relata a vice-governadora, que por 40 anos foi membro da Igreja Metodista.

LEIA TAMBÉM: Parlamento das ilhas Fiji elege um adventista para a presidência da nação

Antoinette Skelton, diretora do Conselho de Segurança Social no arquipélago caribenho, define Adams como uma adventista fiel. “Ela é uma pessoa de princípios. Podemos ter a certeza de que ela sempre vai contar com a orientação de Deus”, enfatizou.

Silton Browne, presidente da sede administrativa da igreja para a região norte das Caraíbas, cujo território inclui as Ilhas Virgens Britânicas, felicitou Rosalie pela nomeação. “Eu estou certo sobre sua fé em Deus e sua capacidade de representar a igreja em um nível tão alto”, ele expressou.

Rosalie Adams iniciou carreira no serviço público em 1968. Antes de ser promovida a secretária do Ministério da Saúde, em 2005, esteve à frente do Ministério das Comunicações.

Rosalie é membro ativo da Igreja Adventista do Sétimo Dia Carrot Bay, em Tortola, onde já serviu como diretora e professora da Escola Sabatina e líder de serviços comunitários. Atualmente ela é a líder local do Ministério da Mulher.

O adventismo na região

Além de uma escola que oferece ensino fundamental e médio, a Igreja Adventista do Sétimo Dia tem oito igrejas que congregam 1.864 membros nas Ilhas Virgens Britânicas de Tortola, Virgem Gorda e Anegada, de acordo com os últimos dados do departamento de Arquivo, Estatística e Pesquisas da sede mundial da denominação.

Adventistas influentes

Outros adventistas também já se destacaram em governos da região do Mar do Caribe. É o caso de Floyd Morris, que fez história ao se tornar a primeira pessoa com deficiência visual nomeada presidente do Senado Jamaicano (para saber mais, clique aqui). A lista inclui ainda Patrick Linton Allen, governador-geral da Jamaica. Ele foi o primeiro pastor adventista a ocupar a Casa do Rei, nome dado à mansão em que vive o representante da rainha (cliqueaqui para ler uma entrevista concedida por ele à revista Conexão 2.0). [Equipe RA, da redação / Com informações de Royston Philbert, da Divisão Interamericana / Adventist Review]

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Batismo em massa no arquipélago

Série de pregações on-line resultou em milhares de decisões nas ilhas caribenhas.