Ciclone devastador

1 minuto de leitura

Ciclone devastador

O apoio da ADRA internacional e de voluntários da Igreja Adventista tem sido fundamental para os moradores das ilhas Fiji desde que o ciclone tropical Winston devastou Viti Levu, a principal ilha do arquipélago do Pacífico no dia 20 de fevereiro. Com rajadas de vento até 315 km/h, o maior tufão registrado na história do país insular da Oceania deixou pelo menos 42 mortos, além de causar grandes danos materiais. Segundo líderes locais da igreja, uma escola e várias igrejas adventistas foram destruídas. Em resposta à emergência, a agência humanitária distribuiu alimentos para as famílias em condições de maior vulnerabilidade. No dia 26 deste mês, membros da denominação na ilha de Vanuatu – que em março do ano passado também foi assolada pelo ciclone Pam (leia mais aqui) -, irão arrecadar uma oferta especial que será destinada para Fiji. A ADRA Austrália também iniciou campanha com o objetivo de levantar fundos para atender os moradores do arquipélago. [Com informações e foto de Jarrod Stackelroth]

LEIA TAMBÉM

Parlamento das ilhas Fiji elege um adventista para a presidência da nação

Última atualização em 16 de outubro de 2017 por Márcio Tonetti.

Sobre Márcio Tonetti

Avatar
Editor associado da Revista Adventista

Veja Também

Síntese do Concílio Anual

Extratos da reunião de líderes mundiais da igreja realizada nos dias 7 a 13 de outubro.