Para começar bem o ano

Fidelidade na perseguição, liberdade de escolha e o luto na adolescência são os pontos de partida dos livros do Clube de Leitura de 2020

Em tempos de excesso, seja de informações e produtos, você já deve ter se convencido que, ainda que tivesse mais tempo e dinheiro, seria impossível ler todos os livros que gostaria ou mesmo assistir todos os filmes que lhe interessam. Por isso, ganha relevância em nossos dias o papel da curadoria. Ou seja, o serviço daqueles profissionais que selecionam para você, seguindo critérios com os quais você concorda, o que gostaria de ler, ouvir e assistir.

Por exemplo, os editores de livros cumprem esse papel há muito tempo, e os clubes de leitura servem de ferramenta para que eles recomendem a determinado público uma lista de obras selecionadas. O que você conhecerá a seguir é a lista de títulos da CPB selecionados pela Igreja Adventista para várias faixas etárias. Esses materiais poderão ser uma boa companhia para adventistas de todas as idades em 2020.

O ÚLTIMO OBJETIVO (10 A 15 ANOS)

Quando Violeta perdeu sua melhor amiga, não tinha ideia de como isso poderia mudar sua vida… Parecia injusto uma pessoa tão especial como Elaray morrer em um acidente automobilístico. Certo dia, a mãe de Elaray chamou Violeta e lhe deu de presente uma caixa com pertences da amiga. Nela, a garota encontrou um Caderno de Objetivos. Entre eles, apenas um não havia sido alcançado… e tinha a ver com a própria Violeta. E agora? Será que ela cumpriria o último desejo daquela amiga tão querida?

O Último Objetivo é um emocionante livro sobre amizade, transformação e esperança, escrito também por uma adolescente, Giulia Marucci Valim, de 16 anos, que mora em Campanha (MG).

PERSEGUIDO NA CHINA (JOVENS)

O livro retrata o testemunho inspirador de um missionário que, mesmo preso, não ousou desistir de sua missão. Em 1960, Chen era apenas um rapaz muito jovem, que havia sido ensinado pelo pai a ser fiel a Deus em qualquer circunstância. Em 35 capítulos, Bradley Booth, autor de vários livros da CPB, retrata não apenas as lutas enfrentadas pelo pastor adventista para pregar o evangelho, mas também os danos que um casamento em jugo desigual pode acarretar.

Com grande sensibilidade, a obra Perseguido na China (2019, 184 p.) descreve como Chen se reergueu diante da traição e da injustiça, tornando-se uma fiel testemunha do poder de Deus. Seja vivendo entre os monges do alto da montanha como punição pela sua desobediência ao juiz da cidade ou seja entre os companheiros de cela na terrível prisão de Wu Xi por recusar-se a negar o nome de Cristo, Chen aprendeu que seu campo missionário era onde ele estava.

LIBERDADE REAL (UNIVERSITÁRIOS)

Em seu quarto livro pela CPB, o pastor Fernando Beier discute o significado da verdadeira liberdade e o papel que o livre-arbítrio tem nas escolhas que a humanidade faz. Por ser Alguém que intenciona Se relacionar, Deus deseja amar e ser amado, e admirar Sua criação se desenvolvendo em harmonia e paz. No entanto, com a mesma liberdade que milhares de criaturas escolheram seguir Seus preceitos, um grupo decidiu seguir o próprio caminho, descobrindo posteriormente as implicações fatais disso.

O livro Liberdade Real (2019, 168 p.) também descreve como, pelo uso consciente e correto do livre-arbítrio, Cristo conseguiu restaurar a tão almejada liberdade e concedê-la a todos os que desejam trocar a escravidão do pecado pela submissão à vontade de Deus. O autor argumenta que, assim como o grande conflito entre o bem e o mal foi iniciado pelo mau uso do livre-arbítrio, a resolução desse problema também tem que ver com o exercício da liberdade humana em resposta à providência divina.

PARA OS AVENTUREIROS

Resenhado na Revista Adventista de outubro (leia aqui), o livro A Casa de Bruno e Nina será a leitura oficial do Clube de Aventureiros em 2020. Crianças de 6 a 9 anos vão aprender com a educadora Dalva Amélia, por meio de uma história interessante, os princípios da obra Orientação da Criança, de Ellen G. White.

PARA TODA A FAMÍLIA

Muito mais que um abrigo físico, o lar se define pela qualidade das relações entre pessoas que compartilham o mesmo sangue e ideais. Como deveria viver uma família que professa se preparar para o retorno de Cristo? A leitura de O Lar Adventista, de Ellen G. White, vai ajudar a igreja a revisitar esse tema.

TRECHOS

“Ele estava com dor por causa das feridas feitas pelas algemas em seus pulsos, e os roncos de seu estômago vazio o incomodavam. Mas aquele era o lugar em que Deus queria que ele ficasse, e isso era o suficiente para Chen” (Perseguido na China, p. 107).

“Deus criou seres livres para fazer escolhas, mas essas escolhas geram ações que nem sempre terminam em mais liberdade. Se uma das inúmeras leis que regem o Universo for violada, a consequência será ruim, nunca boa; trará o mal, não o bem” (Liberdade Real, p. 24).

ADRIANA SERATTO é revisora, GLAUBER ARAÚJO NEILA OLIVEIRA são editores de livros na CPB

(Resenha publicada na seção Estante da edição de dezembro da Revista Adventista)

Veja também

O poder da influência

O fenômeno dos influenciadores chegou às igrejas. Isso é bom ou ruim?